Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

SOBRE OS INQUÉRITOS

SOBRE OS INQUÉRITOS

AOS TRABALHADORES DO

CENTRO HOSPITALAR DO MÉDIO TEJO

Alguns órgãos da Comunicação Social pretenderam saber junto da Comissão de

Utentes da Saúde do Médio Tejo qual era a sua opinião a propósito dos inquéritos aos

trabalhadores do Centro Hospitalar do Médio Tejo, sobre um texto de abaixo-assinado

dirigido à Ministra da Saúde e que contesta algumas das medidas do actual Conselho de

Administração do CHMT.

Informamos que, ainda antes do actual Conselho de Administração estar indigitado,

em Julho de 2007, a Comissão de Utentes afirmava que só com profissionais motivados

se poderia conseguir a prestação de cuidados hospitalares de excelência. Afirmámos,

também na altura, que o novo CA do CHMT deveria ser constituído por pessoas

competentes e que usassem do bom senso na sua actuação.

Já vem de longe, também, a nossa exigência de instalação do Conselho Consultivo

do CHMT (conforme Estatutos aprovados por dec-lei) e no qual estariam representados

os serviços do Ministério, autarquias, utentes, voluntários e trabalhadores. Se o Governo

aplicasse a lei, muitas das dúvidas e dos protestos dos trabalhadores poderiam ser

resolvidos e esclarecidos.

Por fim, informamos que todos os documentos desta Comissão de Utentes estão

sempre devidamente identificados.

A Comissão de Utentes da Saúde

do Médio Tejo

Médio Tejo, 29.7.2008

93 882 53 40

publicado por usmt às 20:56
link do post | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

ENCONTRO NACIONAL

ASSOCIAÇÕES E COMISSÕES DE UTENTES

Coimbra, 5 de Outubro de 2008

 

 

Todos os interessados em opinar/analisar a situação do sector da saúde na Região

e no País, têm a oportunidade de enviar as suas análises, relatos de casos reais e

propostas de acção para a CUSMT (carta, mail, telefone, contacto pessoal...).

publicado por usmt às 13:19
link do post | favorito
|

PROBLEMAS NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS MÉDICOS

Chegaram ao conhecimento da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo

algumas anomalias no acesso a cuidados médicos na Extensão de Saúde da Atalaia

(Centro de Saúde de Vila Nova da Barquinha).

Com o objectivo de envolvermos as entidades locais na procura de soluções a

CUSMT solicitou uma reunião ao Presidente da Junta de Freguesia da Atalaia.

publicado por usmt às 13:17
link do post | favorito
|

DIFICULDADES NO ACESSO A CUIDADOS DE SAÚDE

Comissão de Utentes solicita reunião com

o Presidente da Câmara

Face ás notícias veiculadas por diversas entidades, locais e nacionais, a propósito

da dificuldade de acesso a cuidados de saúde, principalmente devido à falta de médicos,

a Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo solicitou uma reunião ao Presidente da

Câmara Municipal de Ourém.

Pretende-se debater o actual nível de prestação de cuidados de saúde, onde

muitos milhares de utentes não têm médicos de família e as perspectivas futuras

enquadradas num cenário da previsível reforma de alguns clínicos e na anunciada nova

organização dos Cuidados de Saúde Primários, a criação e implantação dos

denominados Agrupamentos dos Centros de Saúde.

publicado por usmt às 13:14
link do post | favorito
|

ABAIXO-ASSINADOS

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo

Anunciada a “resolução” do problema da falta de médico no Pedrógão, a CUSMT

decidiu lançar iniciativas públicas (abaixo-assinados) nas freguesias da Meia Via e da

Ribeira.

Pretende-se pressionar o Ministério da Saúde e os respectivos serviços a

encontrarem soluções (mesmo que transitórias) para que os moradores daquelas

freguesias do Concelho de Torres Novas tenham acesso a cuidados médicos nas

respectivas Extensões de Saúde.

E REUNE NO PEDRÓGÃO

No Pedrógão, está marcada uma reunião com o Presidente da Junta de Freguesia

para estudar a forma de acompanhar localmente a prestação de cuidados médicos. Ao

mesmo tempo ver-se-á a hipótese de avançar com um movimento público pela

construção de uma nova Extensão de Saúde, no edifício da Junta de Freguesia.

LANÇA ABAIXO-ASSINADOS

NAS FREGUESIAS DA MEIA VIA E DA RIBEIRA

publicado por usmt às 13:12
link do post | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Em poucos dias já estão recolhidas mais de 1000 assinaturas

 

 

 

A POPULAÇÃO DO ENTRONCAMENTO MOBILIZA-SE  POR MELHORES INSTALAÇÕES NO CENTRO DE SAÚDE,  MAIS MÉDICOS, ENFERMEIROS E OUTROS PROFISSIONAIS

 

Em poucos dias já estão recolhidas mais de 1000 assinaturas

 

 

 

 

A iniciativa da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo, aprovada na

 

reunião de aderentes do Entroncamento de 1.7.2008, conta com grande adesão

dos habitantes do Entroncamento. Nos primeiros dez dias, já são mais de mil

assinaturas recolhidas.

As assinaturas estão a ser recolhidas preferencialmente em instituições e

estabelecimentos comerciais e de restauração, onde a colaboração de

responsáveis, proprietários e trabalhadores tem sido total.

Continuarão a ser distribuídos por todo o Entroncamento impressos para que

os utentes possam, através da sua assinatura, manifestar a sua insatisfação pelo

actual nível de prestação de cuidados de saúde. Também estão previstas

abordagens directas aos utentes em espaços públicos, por parte dos elementos da

Comissão de Utentes da Saúde.

As assinaturas recolhidas serão enviadas à Ministra da Saúde e do facto

será dado conhecimento ao Primeiro Ministro, aos Grupos Parlamentares e ao

Governador Civil de Santarém.

Na primeira quinzena de Setembro serão apresentadas publicamente as

assinaturas recolhidas e, para este acto, serão convidados autarcas e

representantes de entidades que de alguma forma estejam relacionadas com a

vida colectiva da cidade do Entroncamento.

A Comissão de Utentes da Saúde

do Médio Tejo

Médio Tejo, 18.7.2008

 

 

publicado por usmt às 20:35
link do post | favorito
|
Domingo, 6 de Julho de 2008

Aumentos dos custos dos bilhetes dos transportes colectivos de

___________________________________

 

Lisboa, 27 de Junho de 2008

A partir do próximo dia 1 de Julho inclusive os portugueses que não tenham acesso ao

passe social para viajarem nos transportes colectivos de passageiros vão ter de pagar

mais cerca de 6% nos custos dos bilhetes.

A grande maioria dos cidadãos que vão sentir tais aumentos com implicações sérias no

agravamento das suas dificuldades económicas residem nas zonas fora das área

metropolitanas de Lisboa e Porto, com esta discriminação promovida pelo Governo que

mais uma vez não hesitou em ceder às pressões das empresas de transportes colectivos

de passageiros que exigem a manutenção dos seus lucros condenando a maioria dos

portugueses e respectivas famílias a suportarem sós os sucessivos aumentos dos

combustíveis, argumento utilizado para os aumentos dos bilhetes.

Condenando mais esta decisão do Governo o Movimento de Utentes dos Serviços

Públicos – MUSP manifesta-se contra os aumentos dos bilhetes dos transportes públicos

exigindo em simultâneo o alargamento do passe social a toda a área geográfica do país e

a todos os operadores de transportes colectivos de passageiros.

Grupo Permanente do MUSP

_____________________________________________________________________

Documento entregue à Ministra da Saúde

 

Exma. Sra. Ministra da Saúde

Preocupações do Movimento de Utentes dos serviços Públicos – MUSP

Lisboa, 27 de Junho de 2008

Independentemente de terem ocorrido mudanças dos responsáveis políticos no Ministério

da Saúde V. Exa. Substituiu o Dr. Correia de Campos, as orientações políticas essas não

sofreram qualquer alteração continuando em nosso entender a privilegiar os interesses

dos grupos económicos em claro prejuízo dos respectivos utentes e do próprio Serviço

Nacional de Saúde.

Servem como exemplos para as preocupações que temos manifestado em conjunto com

muitos milhares de cidadãos, o encerramento de maternidades, serviços de atendimento

permanente, serviços de urgências, aumentos das taxas moderadoras e a criação de

outras, aumentos dos medicamentos, criação das U.S.F., agravamentos dos custos da

saúde e concessão de serviços a entidades públicas e privadas, listas de espera para

consultas externas, intervenções cirúrgicas e de várias especialidades.

A maioria das situações descritas aconteceram ou acontecem na sequência de decisões

políticas cujo objectivo prioritário é a redução da despesa pública para cumprimento do

défice ordenado por Bruxelas sem ter em consideração os direitos dos utentes e a

melhoria do funcionamento do Serviço Nacional de Saúde, dotando-o dos meios técnicos

e humanos necessários para aumentar a sua capacidade de resposta às necessidades

das populações e a qualidade dos serviços.

Como opção a tais investimentos e cedendo às pressões dos grupos económicos o

Governo tem apostado claramente na privatização de áreas significativas dos serviços de

saúde nomeadamente as geradoras de lucros, continuando na órbita do sector público as

não rentáveis, permitindo tais cedências que à custa da saúde dos portugueses e da

própria economia nacional sejam feitos chamados negócios como é o caso do Hospital

Amadora/Sintra.

São estes para além de muitos outros os problemas que preocupam quer o Movimento de

Utentes dos Serviços Públicos – MUSP quer os muitos milhares de cidadãos que de Norte

a Sul do país têm promovido muitas acções e iniciativas de protesto e reivindicação ora

lutando contra o encerramento ou redução do horário de funcionamento de serviços ora

exigindo a reabertura de outros entretanto encerrados ou lutando ainda pela construção

ou conclusão de instalações há muito prometidas mas constantemente adiadas.

Face ao exposto e à necessidade de em conjunto discutirmos e abordarmos estes

problemas com o objectivo de serem encontradas soluções para salvaguardar os direitos

dos utentes do SNS e do próprio, que voltamos a insistir na marcação de uma reunião.

Com os melhores cumprimentos, somos

Grupo Permanente do MUSP

publicado por usmt às 21:41
link do post | favorito
|
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

MÉDICO NO PEDRÓGÃO

NA FREGUESIA DO

 

PEDRÓGÃO

 

A PARTIR DE 15 DE AGOSTO DE 2008, VAI

REGRESSAR UM MÉDICO À EXTENSÃO DE

SAÚDE.

Está a fazer-se justiça. Mas não esquecemos que as

´populações das Freguesias da Ribeira e da Meia Via,

também precisam de cuidados médicos nas

respectivas extensões de saúde.

A Comissão de Utentes da Saúde continuará atenta e

a trabalhar para que as condições de proximidade e

acessibilidade a cuidados médicos sejam uma

realidade em toda a nossa região.

publicado por usmt às 08:28
link do post | favorito
|

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . CUSMT: balanço reunião co...

    . MÉDIO TEJO: Melhorar as u...

    . Com o calor todos os cuid...

    . Hospital privado é acusad...

    . Concretizar a colocação d...

    . Opinião

    . 27 de Julho, reunião da C...

    . MÉDIO TEJO: Secretariado ...

    . MÉDIO TEJO: balanço da re...

    . MÉDIO TEJO: preparar reun...

    .Arquivos

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds