Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

Reuniões com responsáveis do sector da saúde e com representantes políticos eleitos

Foram solicitadas reuniões a todos os Grupos Parlamentares (já se efectuaram

reuniões com o PCP, BE e PP; com o PSD vai ser no próximo dia 24; vai ser renovado o

pedido de reunião aos Verdes e ao PS) e também às Assembleias Municipais de

Abrantes, Tomar e Torres Novas (já se realizou a reunião com a de Torres Novas, em que

estiveram representados todos as forças políticas). Também já se realizaram reuniões

com as Juntas de Freguesia da Meia Via e da Ribeira.

Ainda não tiveram resposta os pedidos de reunião feitos ao Sr. Governador Civil, às

Assembleias Municipais de Tomar e Abrantes e aos Directores Executivos (indigitados)

dos ACES com sede em Constância e Torres Novas.

publicado por usmt às 13:27
link do post | favorito
|

CUSMT reuniu c/ Conselho de Administração do CHMT

CUSMT reuniu com o Conselho de Administração

do Centro Hospitalar do Médio Tejo

Sete mil assinaturas

vão ser entregues no Ministério da Saúde

Reuniões com responsáveis do sector da saúde

e com representantes políticos eleitos

A saúde é o bem mais precioso do ser humano. Respeitando este princípio, que

insistentemente tem repetido, a Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo continuará

a informar, organizar e mobilizar os utentes para que o acesso e a prestação de cuidados

de saúde responda com eficácia às necessidades das populações.

Na acção regular desta Comissão de Utentes temos publicamente procurado junto

das entidades responsáveis a solução dos problemas existentes. Dizemos bem, quando

achamos correctas as decisões e a sua aplicação. Criticamos, quando os dados

disponíveis implicam o prejuízo da saúde das populações. Propomos alternativas ou

sugerimos o seu estudo, quando verificamos que assim os serviços de saúde se podem

tornar mais eficientes e eficazes.

Os princípios atrás anunciados foram reafirmados na reunião que elementos da

Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo tiveram com membros do Conselho de

Administração do CHMT, entre os quais o seu Presidente, no passado dia 20 de

Fevereiro. Em síntese:

TEMAS CONSENSUAIS:

O CHMT deve ser uma unidade de referência e de excelência para toda a região e

para as zonas limítrofes;

todos os serviços e instalações e equipamentos devem ser colocados ao serviço

das populações;

tem sido deficiente a informação e o contacto com as comunidades locais e os

seus representantes;

foi importante a criação dos serviços de cuidados paliativos – em Tomar -, a

unidade de cuidados intensivos polivalentes – em Abrantes -, a introdução do parto sem

dor – na Maternidade da unidade de Abrantes -;

a necessidade de coordenação com os outros níveis de cuidados de saúde

(nomeadamente os recém criados ACES), para aproveitamento de sinergias;

a implementação de ferramentas de gestão que permitam mais eficiência e eficácia

com vista à obtenção de recursos que possam levar a valorização e dinamização das

valências existentes e a criar no CHMT;

a urgência de um plano estratégico, instrumento fundamental para o relançar do

Centro Hospitalar do Médio Tejo;

a importância da motivação e envolvimento dos profissionais do Centro;

QUESTÕES NÃO RESOLVIDAS

A instalação do Conselho Consultivo, apesar da informação de que já foi indicado à

Sra. Ministra da Saúde o nome de uma personalidade da região para presidir a esse

órgão do CHMT;

a criação de uma unidade de cuidados continuados, que se prevê a funcionar até

final do ano na Unidade de Abrantes;

o funcionamento do serviço de anatomia patológica, muita embora tenha sido dito

que há contactos adiantados com dois profissionais da área, não ficando esclarecido se

se trata de uma parceria;

colocar ao serviço da população a valência de medicina física e de reabilitação –

em Tomar -, e para a qual foi já recebida uma proposta de uma entidade privada;

a instalação de farmácias nas unidades de Abrantes, Tomar e Torres Novas,

processo que afirmam tem de estar concluído até final do ano;

a insistência em aplicar as medidas anunciadas para a Urgência Cirúrgica e para a

Cirurgia Programada, anunciadas em Novembro passado, muito embora seja anunciada

“uma possível centralização da Cirurgia Ambulatória” em Torres Novas;

PERSPECTIVAS FUTURAS

Manter abertos e dinamizar os canais de diálogo e informação entre as diversas

entidades e comunidades do Médio Tejo;

Valorizar as iniciativas que permitam a dinamização do CHMT, com a melhoria de

acesso a cuidados de saúde;

Abertura para a possível e desejada instalação no Centro Hospitalar de uma escola

de medicina, em parceria com a Universidade Lusófona.

Sete mil assinaturas

vão ser entregues no Ministério da Saúde

O Abaixo-Assinado, em que sete mil utentes solicitam a inviabilização das

medidas tomadas pelo Conselho de Administração do CHMT (RETIRADA DA

URGÊNCIA CIRÚRGICA dos Hospitais de Torres Novas e Tomar E DAS CIRURGIAS

PROGRAMADAS dos Hospitais de Abrantes e Torres Novas) e, ao mesmo tempo, se

reclama o aproveitamento integral de serviços, instalações e equipamentos -

porque as populações precisam e é um contributo para o desenvolvimento socioeconómico

da região do Médio Tejo – vai ser enviado à Sra. Ministra da Saúde.

Aproveitaremos a oportunidade para solicitar uma reunião com o objectivo de

debatermos o presente e o futuro das condições de prestação de cuidados de

saúde na região.

publicado por usmt às 13:22
link do post | favorito
|
Domingo, 8 de Fevereiro de 2009

Não desistiremos de informar, ... até que haja médico na Ribeira

Não desistiremos de informar, organizar e mobilizar a população

até que haja médico na Ribeira

Desde que não há médico na Ribeira (quase simultaneamente sucedeu o mesmo

nas Freguesias de Pedrógão e Meia Via) a Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo não se

tem poupado a esforços, conjuntamente com autarcas e populações, para que seja colocado um

médico na Extensão de Saúde da Freguesia da Ribeira.

Fizemos várias reuniões na Ribeira, abaixo-assinados e, até, uma manifestação em

Torres Novas. Os responsáveis da saúde sempre foram dando desculpas esfarrapadas para não

tomarem medidas (mesmo que transitórias) para que a população pudesse ter localmente acesso

a cuidados médicos.

Como nunca deixámos que este assunto caísse no esquecimento, em Agosto

passado foi colocado médico no Pedrógão e em Novembro passado na Meia Via, ainda que aqui

só em dois meios-dias por semana e que só durou até Dezembro, estando, de novo sem qualquer

médico.

Em recente reunião com os elementos da Junta de Freguesia entendeu-se ser

necessário voltar a pedir nova reunião, tendo em conta que está em curso a implantação de uma

nova organização dos centros de saúde. A responsabilidade da organização e distribuição dos

recursos médicos passou para os ACES – agrupamentos de centros de saúde.

Pela parte da Comissão de Utentes já foi solicitada uma reunião urgente ao Director

Executivo (indigitado) do Agrupamento de Centros de Saúde, de que Torres Novas faz parte.

Estamos a reunir com os Grupos Parlamentares da Assembleia da República e vamos pedir

reuniões aos vários grupos de deputados na Assembleia Municipal de Torres Novas.

Não desistiremos de informar, organizar e mobilizar a população até que o seu

direito a cuidados médicos de proximidade seja cumprido. Caso não haja respostas em tempo útil,

voltaremos às acções públicas.

publicado por usmt às 17:55
link do post | favorito
|

Não desistiremos de informar, organizar e mobilizar a população

Não desistiremos de informar, organizar e mobilizar a população

até que haja médico na Meia Via

Desde que não há médico na Meia Via (quase simultaneamente sucedeu o

mesmo nas Freguesias do Pedrógão e da Ribeira) a Comissão de Utentes da Saúde do

Médio Tejo não se tem poupado a esforços, conjuntamente com autarcas e populações,

para que seja colocado um médico na Extensão de Saúde da Meia Via. Esta unidade de

saúde abrange a população da Freguesia da Meia Via e também de parte da de Santiago.

Fizemos várias reuniões na Meia Via, abaixo-assinados e, até, uma

manifestação em Torres Novas. Os responsáveis da saúde sempre foram dando

desculpas esfarrapadas para não tomarem medidas (mesmo que transitórias) para que a

população pudesse ter localmente acesso a cuidados médicos.

Como nunca deixámos que este assunto caísse no esquecimento, em

Agosto passado foi colocado médico no Pedrógão e em Novembro passado na Meia Via,

ainda que aqui só em dois meios-dias por semana e que só durou até Dezembro,

estando, de novo sem qualquer médico.

Como achamos que a população da Meia Via tem os mesmos direitos em

matéria de cuidados médicos, tudo faremos, em colaboração com os autarcas e as

populações para que as entidades competentes reponham urgentemente o médico na

Meia Via.

Pela parte da Comissão de Utentes já foi solicitada uma reunião urgente ao

Director Executivo (indigitado) do Agrupamento de Centros de Saúde, de que Torres

Novas faz parte. Certos de que é preciso envolver todos os interessados e que a ausência

de médico na Meia Via não deve cair no esquecimento foram já solicitadas reuniões aos

Presidentes das Juntas e das Assembleias de Freguesia da Meia Via e de Santiago.

Não desistiremos de informar, organizar e mobilizar a população até que o

seu direito a cuidados médicos de proximidade seja cumprido. Caso não haja respostas

em tempo útil, voltaremos às acções públicas.

publicado por usmt às 17:52
link do post | favorito
|

3969 cidadãos do Entroncamento subscreveram o abaixo-assinado

3969 cidadãos do Entroncamento subscreveram o abaixo-assinado

reclamando melhores instalações e recursos humanos

para o Centro de Saúde

Segundo informações do Ministério da Saúde

utentes do entroncamento ainda vão ter de esperar muito

pela ampliação do centro de saúde e por mais médicos

Dias depois de começarem a ser recolhidas as assinaturas entre a população do

Entroncamento foi lançado o concurso para a ampliação do actual Centro de Saúde. Este

facto só veio clarificar a justeza da iniciativa da Comissão de Utentes, que contou com o

apoio entusiástico de muitos cidadãos e o contributo de trabalhadores e proprietários de

muitos estabelecimentos comerciais.

Na altura escrevemos: “A fazer fé nas informações tornadas públicas, só em finais

de MARÇO de 2010 as obras estarão prontas. Isto se, não houver impugnações do

concurso; se os prazos forem cumpridos e se houver dotação orçamental para a

empreitada...”.

As assinaturas foram enviadas ao Ministério da Saúde em finais de Setembro e

recebemos uma longa resposta em finais de Novembro. Por esta resposta parece haver

maiores atrasos do que se julgava, pois a obra foi a concurso em Julho de 2008 mas

ainda existem problemas com a legalização do terreno e o Secretário de Estado Adjunto

do Orçamento, em despacho datado de 20.10.2008, não autorizou a utilização de verbas

orçamentadas. Apesar de preverem que a consignação da obra não seria possível antes

do final do ano de 2008, não adiantaram qualquer data possível. No que respeita a

recursos humanos, na mesma resposta pode ler-se: “Relativamente à falta de recursos

humanos, trata-se de um problema de difícil resolução”.

Como se não bastassem os problemas ao nível do Centro de Saúde, a

Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo resolveu dar o seu contributo para

aumentar a insatisfação das populações relativamente à prestação de cuidados de saúde,

ao tornar pública a intenção de retirar a urgência cirúrgica dos hospitais de Torres Novas e

Tomar e de retirar a cirurgia programada de Abrantes e Torres Novas.

Não desistiremos de informar, organizar e mobilizar a população até que o seu

direito a cuidados de saúde seja uma realidade,com instalações dignas e com os recursos

humanos suficientes. Caso não haja respostas em tempo útil, voltaremos às acções

públicas.

publicado por usmt às 17:49
link do post | favorito
|

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . Sobre o CHMT

    . Intervir por uma sociedad...

    . Em Janeiro, em Abrantes

    . Comissão de Utentes reune...

    . Pela sua saúde!

    . 1 Dezembro, Dia Mundial c...

    . Sobre o INFARMED (opinião...

    . Sobre as urgências no Méd...

    . A nova Direcção Nacional ...

    . 13º. EN - Declaração "Pel...

    .Arquivos

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds