Quinta-feira, 30 de Maio de 2013

A pedido da CUSMT

Realiza-se no próximo dia 4 de Junho, pelas 18 horas, uma reunião entre e CUSMT e a Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Torres Novas.

 

Do texto da Conf. Imprensa de 27.05.2013

 

            Porque defendemos que a elaboração do Plano Estratégico para o CHMT deve ter a contribuição de todos, sugerimos a realização de reuniões conjuntas, com o objectivo de apresentarmos a nossa proposta de organização dos cuidados de saúde no Médio Tejo e, eventualmente, acertar iniciativas comuns às seguintes entidades: Assembleia Municipal de Abrantes, Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Tomar, Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Torres Novas, organizações sindicais e Liga de Amigos do Hospital de Torres Novas (representante das diversas Ligas no Conselho Consultivo de CHMT).

 

 

 

 

publicado por usmt às 19:18
link do post | favorito
|

Apoiado!

Ambulatório Materno-infantil inaugurado no Hospital de Abrantes

Foto

Foi inaugurado na manhã desta quarta-feira, 29 de Maio, no Hospital de Abrantes, umas das três Unidades do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), um novo ambulatório materno-infantil que centraliza no piso 5 todos os cuidados de saúde direccionados para a Mulher e a Criança. 

O espaço foi ampliado, ganhando seis novos gabinetes de consulta, um investimento na ordem dos 25 mil euros. As salas foram apetrechadas com novo equipamento graças à colaboração da Liga dos Amigos do Hospital de Abrantes. 

"Este é um projecto ideal para que toda a população do Médio Tejo, onde estamos inseridos, tenha os melhores cuidados de saúde", referiu Aníbal Sousa, director do Departamento da Saúde da Mulher e da Criança, acrescentando que o projecto pretende criar condições de atractividade para grávidas mesmo que sejam de outras zonas.


O novo ambulatório integra o processo de reorganização de serviços levado a cabo na área do Departamento da Saúde da Mulher e da Criança do CHMT e permite a rentabilização de recursos na medida em que ocupa um espaço único. 

"Temos aqui a área da maternidade, o ambulatório de obstetrícia, o ambulatório de pediatria e a neonatologia onde se realizam cirurgias urgentes em recém-nascidos, providenciando melhores condições de atendimento ao utente", explicou Clara Baptista, enfermeira especialista. 

Na prática, o utente ganha um "circuito único e autónomo", sendo realizado no mesmo piso a efectivação da inscrição e a consulta, o que até aqui não acontecia.

publicado por usmt às 13:59
link do post | favorito
|
Terça-feira, 28 de Maio de 2013

CUSMT reune com Directora Executiva do ACES "MÉDIO TEJO"

Preocupados com problemas existentes na prestação de Cuidados de Saúde Primários que acentuam as disparidades de acesso, proximidade e qualidade em prejuízo claro de algumas comunidades na Região do Médio Tejo, a Comissão de Utentes insistiu pela resposta ao pedido de reunião, feito há quase cinco meses, à Directora Executiva do ACES “Médio Tejo”. Esta reunião, QUE SE REALIZA A 3.6.2013 - SEGUNDA - ÀS 11,30 HORAS, ganha maior relevância, pela inexistência do Conselho da Comunidade e por notícias, públicas, de falta de médicos e da intenção governamental de encerramento de unidades de saúde. 

 

publicado por usmt às 16:18
link do post | favorito
|

No CHMT, unidade de Torres Novas

...

publicado por usmt às 16:09
link do post | favorito
|

CHMT/T NOVAS: actividades Dia Mundial da Criança (3)

...

publicado por usmt às 16:07
link do post | favorito
|

USF, 5.º Encontro

      

... «O estudo de avaliação das UCSP e das USF demonstra inequivocamente que as USF, em particular as USF modelo B, produzem mais e melhor, diminuem custos, diminuem despesa e geram eficiência», afirmou Bernardo Vilas Boas. Assim, nas suas palavras, «não se compreende que os ministérios da Saúde e das Finanças compactuem com situações como a da USF de Albufeira que aguarda há mais de um ano pela progressão a modelo B. Da mesma forma, no Norte, há oito USF com parecer favorável em 2013, que aguardam pela passagem a modelo B, sem qualquer previsão sobre quando tal acontecerá».
Motivos da estagnação
Mas afinal, porque é que «não fomos mais longe» na reforma dos CSP? A resposta à pergunta de Bernardo Vilas Boas é encontrada também nas conclusões do estudo «Momento Actual», o qual permite identificar três grandes razões: sistemas de informação, recursos humanos e contratualização.
Em relação aos sistemas de informação, o médico de família lembrou que «os factos, ao longo destes sete anos, demonstram que não houve, neste domínio, decisão política coerente com a reforma». «Foi dada prioridade ao investimento em soluções de apoio à gestão intermédia e central, em detrimento das soluções operacionais de apoio à decisão clínica e de gestão», afirmou. E considerou mesmo «surpreendente» que «não tenham existido os meios necessários para implementar uma aplicação operacional robusta e tecnologicamente actualizada para substituir o SAM/SAPE/SINUS, mas tenham existido meios para a concepção de duas ferramentas — o SIARS e o MIM@UF — que servem prioritariamente necessidades e prioridades da administração intermédia e central».
Já em relação à contratualização, o clínico criticou que se estejam continuamente a elevar os objectivos, já que «não estão demonstradas as vantagens de colocar sempre metas mais elevadas, e é eticamente discutível a pressão dos profissionais sobre os cidadãos, para conseguir cumprir metas desajustadas, sem evidência de ganhos clínicos, quando comparadas com resultados internacionais. ...
Tempo de Medicina   link
publicado por usmt às 16:05
link do post | favorito
|

CHMT/T NOVAS: actividades Dia Mundial da Criança (2)

...

publicado por usmt às 16:00
link do post | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Maio de 2013

Documento Conferência Imprensa 27.maio

“Sobre o papel do Centro Hospitalar do Médio Tejo

no acesso e prestação de cuidados de saúde

às populações da Região”

 

Nunca é demais recordar que a saúde é o bem mais importante do ser humano. Por isso são imprescindíveis cuidados de saúde de proximidade e qualidade. O Centro Hospitalar do Médio Tejo (e todo o sector da saúde), nas condições de vida, na qualidade do emprego e no desenvolvimento socioeconómico de cada uma das comunidades onde estão sediadas as unidades hospitalares (Abrantes, Tomar e Torres Novas) que constituem o CHMT.

 

            Na última reunião do Conselho Consultivo do Centro Hospitalar do Médio Tejo, realizada a 13 de Maio passado, foi dada a informação de que se iria iniciar a elaboração do Plano Estratégico a 3 anos (2013-2015), com o objectivo de definir a carteira de serviços assistenciais.

 

            A elaboração do Plano Estratégico, há muito reivindicada pela Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo, decorre, agora, do cumprimento do despacho 2508/2012, de 10 de Dezembro, do Sec Estado da Saúde. Para dar cumprimento às disposições legais como os Estatutos do CHMT, o Plano Estratégico deveria ser apreciado pelo Conselho Consultivo onde têm assento os representantes da diversificada comunidade do Médio Tejo.

 

            O impacto futuro, positivo ou negativo, da elaboração e concretização de um Plano Estratégico não nos pode deixar inactivos. Como tudo indica, os diversos Planos Estratégicos estarão a ser elaborados por administrações da confiança política do Governo que, por sua vez, pretende concretizar medidas que têm e vão continuar a pôr em causa o acesso a cuidados de saúde de proximidade e qualidade. Objectivamente tem sido promovida a privatização da prestação de cuidados de saúde e o aumento do sofrimento de utentes e familiares.         

 

Respeitando os princípios que norteiam esta Comissão de Utentes, de que destacamos “o que está bem deve ser multiplicado e o que está mal deve ser corrigido”, temos vindo, ao longo dos anos, a fazer propostas concretas de organização dos serviços de saúde e que têm recebido enorme apoio das populações, como se comprova pelas dezenas de milhares de assinaturas, entretanto, recolhidas.

 

 

Retomamos as ideias mestras (sujeitas a discussão) às quais, no nosso entender, deve obedecer a organização da prestação de cuidados de saúde e que constam de documento enviado ao Ministério da Saúde e ao Conselho de Administração do CHMT em 6 de Fevereiro de 2012. (Este documento está disponível no blog “utentes saúde médio tejo”, na mesma data).

 

Assim:

 

Promover a  articulação com Cuidados Primários e Cuidados Continuados.

 

Existência nas três unidades dos serviços de Urgência, Pediatria, Medicina Interna e Cirurgia Ambulatória.

 

Dinamização das valências existentes e distribuídas geograficamente de forma equilibrada pelas três unidades hospitalares.

 

Exigir financiamento adequado da actividade hospitalar e promover uma gestão eficiente e eficaz. (Todos os cuidados, custem o que custarem, devem ser prestados para se respeitar a dignidade e a vida humanas. E estas, na sociedade que todos dizemos defender, não têm preço.) 

 

            Porque defendemos que a elaboração do Plano Estratégico para o CHMT deve ter a contribuição de todos, sugerimos a realização de reuniões conjuntas, com o objectivo de apresentarmos a nossa proposta de organização dos cuidados de saúde no Médio Tejo e, eventualmente, acertar iniciativas comuns às seguintes entidades: Assembleia Municipal de Abrantes, Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Tomar, Comissão de Saúde da Assembleia Municipal de Torres Novas, organizações sindicais e Liga de Amigos do Hospital de Torres Novas (representante das diversas Ligas no Conselho Consultivo de CHMT).

 

Preocupados, também, com problemas existentes na prestação de Cuidados de Saúde Primários que acentuam as disparidades de acesso, proximidade e qualidade em prejuízo claro de algumas comunidades na Região do Médio Tejo, a Comissão de Utentes insistiu pela resposta ao pedido de reunião, feito há quase cinco meses, à Directora Executiva do ACES “Médio Tejo”. Esta reunião ganha maior relevância, pela inexistência do Conselho da Comunidade e por notícias, públicas, de falta de médicos e da intenção governamental de encerramento de unidades de saúde. 

 

            

                                                                       A Comissão de Utentes da Saúde

                                                                                    do Médio Tejo

 

 

Médio Tejo, 27 de Maio de 2013. 

 

publicado por usmt às 21:16
link do post | favorito
|
Domingo, 26 de Maio de 2013

Há quase cinco meses que foi pedida reunião com a Directora Executiva do ACES "Médio Tejo"

Preocupados com problemas existentes na prestação de Cuidados de Saúde Primários que acentuam as disparidades de acesso, proximidade e qualidade em prejuízo claro de algumas comunidades na Região do Médio Tejo, a Comissão de Utentes voltou a solicitar resposta ao pedido (o primeiro feito há quase cinco meses) de reunião à Directora Executiva do ACES “Médio Tejo”. A reunião pedida ganha importância face às notícias públicas de falta de médicos, da intenção governamento de encerramento de unidades de saúde e da inexistência de Conselho de Comunidade.  

publicado por usmt às 14:45
link do post | favorito
|

CHMT/T NOVAS: actividades Dia Mundial da Criança (1)

...

publicado por usmt às 12:50
link do post | favorito
|

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . Sobre as farmácias de ser...

    . CUSMT: balanço reunião co...

    . MÉDIO TEJO: Melhorar as u...

    . Com o calor todos os cuid...

    . Hospital privado é acusad...

    . Concretizar a colocação d...

    . Opinião

    . 27 de Julho, reunião da C...

    . MÉDIO TEJO: Secretariado ...

    . MÉDIO TEJO: balanço da re...

    .Arquivos

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds