Domingo, 18 de Setembro de 2016

CUSMT na sessão evocativa do SNS no CHMT

0 foto 37 sns.jpg

Notas da intervenção da CUSMT:

Desde Março de 2003, data da sua constituição que a Comissão Utentes vem afirmando que a saúde é o bem mais importante do ser humano. Por isso é para nós um grande estímulo comemorar mais um aniversário do SNS (Serviço Nacional de Saúde), o mais importante e valioso serviço público da população portuguesa.

 

Muitos já fizeram o diagnóstico da situação actual. Quase outros tantos apontaram caminhos. Interessa-nos essencialmente o futuro, mas fica aqui a nossa homenagem aos que trabalham de forma consequente e diariamente para que se cumpra o principal objectivo do SNS: REDUZIR O SOFRIMENTO HUMANO. É claro que o SNS (conforme é definido na Constituição) tem um notável papel na coesão territorial, na justiça social e na solidariedade entre os portugueses.

 

O SNS tem muitas deficiências, mas estaríamos bem pior se não existisse. E o SNS tem resistido porque as populações o têm defendido e muitos muitos milhares de trabalhadores deram e dão o melhor de si e daquilo que sabem.

 

Apenas quatro linhas gerais sobre o futuro:

 

Uma política de recursos humanos que responda aos problemas imediatos (para melhorar já a qualidade de alguns serviços) e perspective o futuro. Há que exigir responsabilidade e bom senso a quem contrata e a quem é contrato.

 

Uma aposta séria na prevenção promovendo boas práticas alimentares, redução de comportamentos aditivos e de sinistralidade rodoviária,… E, porque estamos em Torres Novas, aos problemas ambientais.

 

Articulação dos diversos níveis de cuidados de saúde: pública, primários, hospitalares e continuados, aproveitando toda a capacidade instalada no SNS.

 

E porque estamos no Médio Tejo, equilíbrio na distribuição regional dos diversos serviços de saúde. E porque estamos no Médio Tejo, não defendemos um serviço em cada esquina, mas uns não podem ter centros comerciais e outros lojas de bairro.

 

Como não nos cansamos de repetir, o que está errado deve ser corrigido, o que está bem deve ser multiplicado. O TEMPO É DE ESPERANÇA, MAS NÃO DE ILUSÕES. Continuaremos a trabalhar por cuidados de saúde de qualidade e proximidade! Com o contributo de todos, muito trabalho e bom senso é possível, um SNS público, universal, geral, eficiente, eficaz e tendencialmente gratuito. O mesmo que dizer: reduzir o sofrimento humano.

0 foto 37 sns chmt.jpg

 

publicado por usmt às 15:33
link do post | favorito
|

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . Lembrar o 38º. Aniversári...

    . MÉDIO TEJO: Melhorar as u...

    . MÉDIO TEJO: Melhorar as u...

    . MÉDIO TEJO: Melhorar as u...

    . ABRANTES: a 18 de Setembr...

    . Sobre as autárquicas 2017...

    . ORÇAMENTO 2018: indispens...

    . Sobre as autárquicas 2017...

    . CONSTÂNCIA: sobre a prest...

    . Opinião

    .Arquivos

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds