Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2023

Para quando as obras na Urgência de Abrantes??

23 obras urg abrantes.jpg

publicado por usmt às 18:49
link do post | favorito

março 2003 – março 2023 20 anos de intervenção por cuidados de saúde de proximidade e qualidade (3)

23 20 3.jpg

publicado por usmt às 18:46
link do post | favorito

17 fevereiro - Pela abolição das portagens na A23 e A13! Concentração em Torres Novas

23 portagens concentração.jpg

publicado por usmt às 18:43
link do post | favorito

Está a decorrer um concurso nacional para a colocação de Médicos de Família

23 médicos familia.jpg

publicado por usmt às 09:28
link do post | favorito
Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2023

Deixar de fumar Consultas de Apoio Intensivo à Cessação Tabágica No ACES MÉDIO TEJO Centro Saúde Torres Novas

23 cessação tabágica.jpg

publicado por usmt às 13:05
link do post | favorito
Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2023

1 fevereiro - Reunião da Comissão de Utentes

23 cartaz reun.jpg

publicado por usmt às 10:46
link do post | favorito

Saúde na estrada: Mais uma iniciativa para fingirem que estão a fazer alguma coisa e ficar tudo na mesma.

saúde na estrada.jpg 

(in Expresso)

Que raio de governantes são estes que não sabem como estão as Unidades de Saúde?!

Que tem gerido não relata as consequências das politicas da tutela?

Mais uma iniciativa para fingirem que estão a fazer alguma coisa e ficar tudo na mesma.

É a desculpa habitual: precisam de tempo e de mais um grupo de trabalho para estudar soluções de gestão, organização e financiamento...

Um distrito por mês, dá quase dois anos. É a folga que os responsáveis ministeriais precisam para chegar ao fim do mandato sem alterar nada.

publicado por usmt às 08:56
link do post | favorito
Sábado, 21 de Janeiro de 2023

Teste do pezinho chega a quatro milhões de bebés e deteta 2.400 casos de doenças raras

Teste do pezinho chega a quatro milhões de bebés e deteta 2.400 casos de doenças raras

Lusa

recem-nascido

O chamado “teste do pezinho” abrangeu cerca de quatro milhões de recém-nascidos desde 1979, permitindo identificar nos primeiros dias de vida mais de 2.400 casos positivos de doenças raras, anunciou hoje o Instituto Ricardo Jorge (INSA).

Os dados constam do relatório de 2021 do Programa Nacional de Rastreio Neonatal (PNRN), criado em 1979 e que rastreia atualmente 27 doenças, como o hipotiroidismo congénito, a fibrose quística, a drepanocitose (através de um estudo-piloto) e outras 24 hereditárias do metabolismo.

Segundo os dados agora divulgados, em 2021, essas patologias foram rastreadas em 79.217 recém-nascidos e diagnosticados 82 casos positivos, 42 casos de doenças hereditárias do metabolismo, 35 de hipotiroidismo congénito e cinco de fibrose quística.

Comparativamente com o ano anterior (2020), foram “rastreados menos 6.239 recém-nascidos e no total diagnosticados menos 10 casos”, adianta o documento da autoria da comissão executiva do PNRN.

Entre 2011 e 2021, o número de casos positivos detetados tem oscilado entre o máximo de 92 em 2020 e os 55 em 2015.

“Um indicador importante de um programa de rastreio neonatal é a sua taxa de cobertura, que deve ser universal e estar o mais próximo de 100%. O PNRN aproximou-se muito rapidamente deste objetivo, sendo de salientar que, desde 1993, rastreia mais de 99% dos recém-nascidos em Portugal”, sublinham os responsáveis do programa.

O relatório refere ainda que as colheitas do “teste do pezinho” são efetuadas na sua grande maioria (87,6%) nos cuidados de saúde primários do Serviço Nacional de Saúde, “mas tem-se verificado um ligeiro aumento do seu número nos hospitais privados”, que passaram das 6.931 em 2013 para 9.797 em 2021.

Os dados indicam também que o tempo médio do início do tratamento, após o nascimento, baixou dos 11,1 dias em 2011 para os 9,3 dias em 2021, “o mais baixo de sempre”, e que a percentagem de amostras recolhidas ao terceiro dia de vida passou dos 20% para os 23% nesse período.

Para ampliar o PNRN, em 2021 iniciou-se um estudo-piloto para o rastreio da drepanocitose, uma doença genética que afeta a produção de hemoglobina e cuja deteção precoce permite adotar medidas terapêuticas que reduzem a morbilidade e mortalidade.

“Em Portugal, o fluxo migratório fez com que o peso da doença tenha vindo a aumentar e, além dos imigrantes provenientes de África e América Latina, também o Sudoeste asiático tem contribuído para o aumento de imigrantes em Portugal e consequentemente para a disseminação de hemoglobinopatias, como é o caso da drepanocitose”, refere o relatório.

Em março de 2021, iniciou-se o rastreio da drepanocitose no Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra) e, de maio a dezembro desse ano, nos distritos de Lisboa e Setúbal, foram rastreados 21.731 recém-nascidos e identificados 22 casos da doença.

“Todos os casos positivos do rastreio foram devidamente reportados a um dos quatro centros de tratamento definidos para avaliação clínica, confirmação do resultado do rastreio e acompanhamento do doente em causa”, salienta ainda o relatório.

Este estudo pretende rastrear 100 mil recém-nascidos no espaço temporal de um a dois anos para determinar a prevalência ao nascimento da drepanocitose em Portugal.

“O “teste do pezinho” oferece à população o rastreio neonatal de patologias, cujo diagnóstico precoce permite mudar a história natural da doença rastreada, transformando uma doença grave e comprometedora da qualidade de vida da criança e sua família de um modo positivo”, salienta a comissão executiva do programa.

Após a quebra histórica da natalidade em 2021, Portugal voltou a ultrapassar a barreira dos 80.000 nascimentos em 2022, ano em que foram estudados 83.436 recém-nascidos no âmbito do PNRN, adiantou o INSA recentemente.

publicado por usmt às 13:23
link do post | favorito

“GUIA RÁPIDO DE ADIÇÕES”: PUBLICAÇÃO COORDENADA POR MÉDICA DO CHMT ABORDA PERTURBAÇÕES ADITIVAS

Guia rapido de adicoes

“Guia Rápido de Adições”. É este o título de um novo livro técnico, direcionado à temática das Perturbações Aditivas, pensado e elaborado de forma a permitir uma consulta rápida e prática, permitindo a sua utilização tanto em contexto de consultas como de urgência.

A criação e coordenação desta publicação ficaram a cargo de Melissa Alfafar, médica psiquiatra do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT). Os 15 capítulos do livro contaram com a colaboração de profissionais de várias áreas da medicina, mas não só: psiquiatras, psicóloga, médicos de família, pedopsiquiatras e advogados. Entre os autores estão diversos profissionais do CHMT.

Guia rapido de adicoes
 

O guia engloba perturbações por uso de substância e dependências comportamentais (sem substância). Há capítulos destinados à orientação destas situações pós-fase aguda, englobando a descrição das várias instituições do país que se destinam ao acompanhamento específico destes utentes.

Poderá ainda encontrar informação sobre as implicações legais destas problemáticas, bem como um capítulo que destaca as especificidades da abordagem desta patologia em idades precoces, mais concretamente na infância e na adolescência. As adições são passíveis de causar graves problemas de saúde, exigindo conhecimentos e competências aos profissionais de saúde para lidar com estas patologias, sendo este “Guia Rápido de Adições” um contributo para a abordagem a estas patologias.

A apresentação do livro terá lugar no próximo dia 25 de janeiro, às 15 horas, no auditório da Unidade de Tomar do CHMT. A presença de todos os que leem estas linhas é bem-vinda.

publicado por usmt às 10:08
link do post | favorito
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2023

URGÊNCIA DE ABRANTES: a partir de hoje, sexta-feira dia 20 de janeiro, as visitas decorrerão com a normalidade habitual.

image.png 

O CHMT - Centro Hospitalar do Médio Tejo informa que estão ultrapassados os constrangimentos sentidos no decorrer desta semana no que respeita às visitas aos doentes internados no Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica da Unidade de Abrantes do CHMT. Assim, a partir de hoje, sexta-feira dia 20 de janeiro, as visitas decorrerão com a normalidade habitual.
Recordamos que as visitas aos doentes internados no Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica da Unidade de Abrantes do CHMT decorrem entre as 18h00 e 20h00. São permitidas apenas duas visitas, uma de cada vez e com a duração máxima de 10 minutos.
Aproveitamos para reforçar a necessidade de antes de os utentes se deslocarem a qualquer unidade hospitalar de contactarem previamente a linha de saúde pública SNS24 (808 24 24 24), para se aconselhar conforme os seus sintomas, e, em caso de emergência, ligar 112.
publicado por usmt às 12:49
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@gmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comissões

    MUSS Movimento Utentes Saúde OMS

    .Posts Recentes

    . Para quando as obras na U...

    . março 2003 – março 2023 ...

    . 17 fevereiro - Pela aboli...

    . Está a decorrer um concur...

    . Deixar de fumar Consultas...

    . 1 fevereiro - Reunião da ...

    . Saúde na estrada: Mais um...

    . Teste do pezinho chega a ...

    . “GUIA RÁPIDO DE ADIÇÕES”:...

    . URGÊNCIA DE ABRANTES: a p...

    .Arquivos

    . Janeiro 2023

    . Dezembro 2022

    . Novembro 2022

    . Outubro 2022

    . Setembro 2022

    . Agosto 2022

    . Julho 2022

    . Junho 2022

    . Maio 2022

    . Abril 2022

    . Março 2022

    . Fevereiro 2022

    . Janeiro 2022

    . Dezembro 2021

    . Novembro 2021

    . Outubro 2021

    . Setembro 2021

    . Agosto 2021

    . Julho 2021

    . Junho 2021

    . Maio 2021

    . Abril 2021

    . Março 2021

    . Fevereiro 2021

    . Janeiro 2021

    . Dezembro 2020

    . Novembro 2020

    . Outubro 2020

    . Setembro 2020

    . Agosto 2020

    . Julho 2020

    . Junho 2020

    . Maio 2020

    . Abril 2020

    . Março 2020

    . Fevereiro 2020

    . Janeiro 2020

    . Dezembro 2019

    . Novembro 2019

    . Outubro 2019

    . Setembro 2019

    . Agosto 2019

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds