Sábado, 8 de Janeiro de 2011

Deputado António Filipe faz pergunta ao Governo sobre as anunciadas intenções de encerramento de serviços de saúde no Médio Tejo

 

Assunto: Possibilidade de encerramento de unidades de saúde com menos de 1500 utentes

Destinatário: Ministério da Saúde

 

Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia da República

Chegou ao meu conhecimento que em reunião do Conselho da Comunidade do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Zêzere, realizada em 24 de Novembro de 2010, foi informado que em reunião ocorrida uns dias antes com o Director Executivo do ACES Zêzere, este deu conta de uma proposta da ARS no sentido do encerramento dos Centros de Saúde/ Extensões com menos 1500 utentes o que, no caso do ACES Zêzere, representaria o encerramento de cerca de 45 unidades de saúde.

Se considerarmos as dificuldades já existente actualmente no acesso a cuidados de saúde por parte das populacões abrangidas pelo ACES Zêzere, devido sobretudo à falta de médicos de família, é até difícil imaginar as consequências nefastas que a decisão de encerrar 45 unidades de saúde na área desse ACES teria para essas populações.

Não resta qualquer dúvida que o encerramento das unidades de saúde com menos de 1500 utentes privaria de acesso a cuidados de saúde muitos milhares de cidadãos e lesaria muito gravemente as populações de menores recursos, mais idosas e residentes em localidades mais afastadas dos grandes centros. Seria uma negação flagrante do direito constitucional à saúde por parte dessas populações e um sério golpe desferido no Serviço Nacional de Saúde.

Nestes termos, ao abrigo da alínea d) do artigo 156º da Constituição e da alínea d) do n.º 1 do artigo 4º do Regimento da Assembleia da República pergunto ao Ministério da Saúde, se confirma que é sua intenção proceder ao encerramento das unidades de saúde com menos de 1500 utentes.

Palácio de São Bento, 6 de Janeiro de 2010

Deputado

António Filipe

publicado por usmt às 18:49
link do post | favorito

Também é uma forma de participação democrática, para defender o SNS definido na Constituição da República

publicado por usmt às 09:48
link do post | favorito
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Saúde no Médio Tejo: SITUAÇÃO DRAMÁTICA NOS CUIDADOS PRIMÁRIOS DE SAÚDE

Nota da CUSMT:
A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo vai reunir ainda esta semana para analisar o problema da falta de médicos de família nos ACES do Médio Tejo e propôr medidas imediatas.

 

(in blog NAVEGANTE)
Agrupamento de Centro de Saúde do Zêzere vive situação “dramática” de falta de médicos
O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Zêzere vive uma situação “dramática” de falta de médicos, que pode agravar-se a curto prazo com a perspectiva de reforma de mais clínicos, alertou hoje o seu director.
Fernando Siborro Alves disse esperar que o ACES que dirige venha a ser um dos contemplados com o reforço de médicos colombianos que o Ministério da Saúde vai contratar, uma vez que os lugares abertos na região têm ficado por preencher, apesar das condições favoráveis oferecidas por algumas autarquias e das boas acessibilidades.
“Neste momento, com 14 ou 15 médicos éramos capazes de resolver a situação, que tende a agravar-se se mais uns quanto puserem, como se adivinha, os papéis para a reforma”, disse, sublinhando que se, do contingente de clínicos colombianos, fossem colocados dez neste ACES ajudaria a minorar o problema.
Fernando Siborro considerou que a situação pior é a do concelho de Abrantes, que de 30 médicos de família tem neste momento metade e a perspectiva, “se todos em vias disso se reformarem”, é ficar com sete ou oito.
No Sardoal, a situação complicou-se com a reforma recente de um clínico e a entrada de dois em baixa médica, disse, sublinhando que estes dois municípios até oferecem alojamento gratuito aos médicos que para lá queiram ir.
O responsável adiantou que é a falta de médicos interessados em preencher as vagas neste ACES que leva a que na extensão de saúde de Paialvo, Tomar, não tenha ainda sido substituído o médico que se reformou a 23 de Novembro.
A população desta freguesia não se conforma com a falta de médico de família e, numa reunião realizada domingo e que concentrou “duas centenas de pessoas”, foi colocada a hipótese de levar o protesto para fora do concelho, com manifestações frente ao Governo Civil de Santarém ou mesmo ao Ministério da Saúde, em Lisboa, disse hoje à Lusa o presidente da junta.
Luís Antunes afirmou que a freguesia, composta por dez aldeias habitadas por perto de 1.400 pessoas, na sua maioria idosas, fica a 12 quilómetros da sede do concelho (Tomar), sentindo os efeitos do isolamento.
O director do ACES Zêzere assegurou que se alguém encontrar um clínico interessado em preencher o lugar “será colocado de imediato”.
*Lusa


 

publicado por usmt às 20:49
link do post | favorito

Se...

... tivessem deixado, há uma vintena de anos, as autarquias também teriam promovido a formação de médicos, nesta fase resta-lhe transportar os doentes para locais onde presumívelmente haverá médicos.

 

 

(foto ilustrativa)

 

Presidente da Câmara de Abrantes quer adquirir viaturas para transportar doentes que não têm médico na freguesia

 

Questionada na última assembleia municipal de Abrantes, realizada a 17 de Dezembro, pela deputada do grupo “Independentes pelo Concelho de Abrantes” (ICA), Sónia Onofre, sobre o encerramento das extensões de saúde, a presidente da autarquia, Maria do Céu Albuquerque (PS) avançou que, para além de apoiar a contratação de médicos vindos da América Latina, providenciando-lhes alojamento gratuito, a câmara está a pensar em adquirir algumas viaturas, através de fundos comunitários, que possam ser dispensadas às juntas de freguesia de modo a poder ser feito o transporte de doentes até ao centro de saúde. “Estas viaturas vão também servir para transportar as crianças das escolas que vão ser encerradas para os centros escolares”, acrescentou.

De acordo com a autarca, a situação actual “é muito difícil e obriga os idosos a deslocarem-se de madrugada para o centro de saúde, a aguardar a sua vez”. No orçamento de 2011 está também prevista a aquisição de uma Unidade Móvel de Saúde que leva os cuidados médicos até às populações. “As extensões não vão ser fechadas para se poupar dinheiro mas sim porque não há médicos”, esclareceu Maria do Céu Albuquerque quando foi questionada pelos ICA sobre quando é que a autarquia pensa tomar uma posição pública sobre este problema. “Nós queremos que os cidadãos tenham as melhores condições de vida e isso envolve o acesso aos serviços básicos de saúde. A aquisição destas viaturas podem vir a minimizar esta falha”, considerou a autarca.

(in O Mirante)

  

 

publicado por usmt às 20:36
link do post | favorito
Domingo, 2 de Janeiro de 2011

População de Paialvo (Tomar) manifesta-se contra falta de médico

Desde 23 de Novembro que a freguesia não tem assistência médica

 

Largas dezenas de pessoas reuniram-se na tarde deste domingo no átrio da junta de freguesia de Paialvo (Tomar) para se manifestarem contra a falta de médico na extensão de saúde.
A freguesia deixou de ter médico a 23 de Novembro e desde então a junta e a população encetaram uma luta pelos serviços médicos.
Um abaixo-assinado que já tem centenas de assinaturas e deslocações à sede do Agrupamento dos Centros de Saúde em Constância, ao Governo Civil de Santarém e ao Ministério da Saúde em Lisboa são medidas que vão ser concretizadas nos próximos tempos caso o problema se mantenha.

(in O Templário,2.1.2011)

 
publicado por usmt às 20:44
link do post | favorito
Sábado, 1 de Janeiro de 2011

Paialvo (Tomar) - População concentra-se domingo para exigir mádico

"O ano não vai começar muito bem para o Paialvo" 

 

«O ano não vai começar muito bem para a população da freguesia de Paialvo». A autoria desta frase, que dá corpo ao título, é de Luís Antunes, presidente da Junta de Freguesia de Paialvo. Uma vez mais, à semelhança das últimas semanas, está em causa a falta de médico no apoio à população.

 

O autarca disse à Hertz que, neste domingo, haverá lugar a uma concentração: «Após algumas promessas verbais que a situação relativamente à vinda de um médico para a nossa extensão de saúde, as coisas complicaram-se e, como se costuma dizer, não temos preto no branco. E perante esta situação do vai que não vai, não vamos estar com meias medidas porque temos a razão do nosso lado. Por isso, decidimos nesta quinta-feira fazer uma reunião com a população, no dia 2 de Janeiro, pelas 15h30, na sede da Junta de Freguesia, para analisarmos a situação actual. Somos uma população envelhecida e está na constituição que temos direito a médico de proximidade».

publicado por usmt às 15:19
link do post | favorito

Colóquio “PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS NA SAÚDE”

 

A CUSMT foi convidada.

 

Organizado pelo Gabinete do Cidadão do ACES Pinhal Interior Norte 1

 

Colóquio “PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS NA SAÚDE”

Lousã, 12 de Janeiro

das 14,30 às 17,00 horas

 

O ACES Pinhal Interior Norte 1 abrange os Centros de Saúde de Oliveira do Hospital, Tábua, Arganil, Vila Nova Poiares, Góis, Lousã, Pampilhosa da Serra e Miranda do Corvo. Tem sede no Centro de Saúde da Lousã.

 

Nesta iniciativa, para além da intervenção de representantes de utentes, participarão a direcção do ACES, o coordenador da USF Serra da Lousã, investigadores universitários e o Presidente da Câmara Municipal da Lousã.

 

 

Em termos de desempenho, a Unidade de Saúde Familiar (USF) Serra da Lousã atingiu a pontuação máxima. Estes dados surgem como resultado de um relatório da Administração Regional de Saúde do Centro, de Avaliação de USF de 2009, publicado a semana passada, no portal da entidade.

publicado por usmt às 14:37
link do post | favorito

E para 2011

TRABALHAR TODOS OS DIAS PARA QUE TODOS OS CIDADÃOS TENHAM SAÚDE E CONDIÇÕES DE ACESSO A CUIDADOS DE SAÚDE, DEFENDENDO O SNS, onde o que está mal tem ser corrigido e o que está bem tem de ser mulplicado.

publicado por usmt às 13:30
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@gmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comissões

    MUSS Movimento Utentes Saúde OMS

    .Posts Recentes

    . Sobre a prestação de cuid...

    . Homenagem e gratidão aos ...

    . Não à sinistralidade rodo...

    . Que tal pôr ordem na Orde...

    . 24 de junho, o 𝐃𝐢𝐚 𝐌𝐮𝐧𝐝𝐢𝐚...

    . ALCANENA: documento aprov...

    . 26 junho- Dia Internacion...

    . Reunião com ACES: TORRES ...

    . Serviço Nacional de Saúde...

    . APMGF alerta para falta d...

    .Arquivos

    . Junho 2022

    . Maio 2022

    . Abril 2022

    . Março 2022

    . Fevereiro 2022

    . Janeiro 2022

    . Dezembro 2021

    . Novembro 2021

    . Outubro 2021

    . Setembro 2021

    . Agosto 2021

    . Julho 2021

    . Junho 2021

    . Maio 2021

    . Abril 2021

    . Março 2021

    . Fevereiro 2021

    . Janeiro 2021

    . Dezembro 2020

    . Novembro 2020

    . Outubro 2020

    . Setembro 2020

    . Agosto 2020

    . Julho 2020

    . Junho 2020

    . Maio 2020

    . Abril 2020

    . Março 2020

    . Fevereiro 2020

    . Janeiro 2020

    . Dezembro 2019

    . Novembro 2019

    . Outubro 2019

    . Setembro 2019

    . Agosto 2019

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds