Terça-feira, 19 de Abril de 2011

Hospitais estão a poupar na utilização de dispositivos médicos

Os cortes nos orçamentos dos hospitais parecem estar a produzir efeitos. Depois das denúncias de hospitais que pedem medicamentos aos doentes internados e donativos às famílias, agora o presidente da Associação Portuguesa de Dispositivos Médicos (Apormed) diz que há instituições que estão a limitar o número de doentes que podem ser tratados com recurso a certas técnicas. O presidente da Associação de Administradores Hospitalares diz não ter conhecimento de restrições no acesso, mas sabe de casos em que se estão a comprar produtos mais baratos sem qualidade comprovada. (in Negócios)

publicado por usmt às 19:48
link do post | favorito
Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

E para o Médio Tejo e para o Distrito de Santarém?

 

 

"A maior parte dos colombianos (29) vai para os arredores de Lisboa. Para Algueirão-Rio de Mouro estão destinados quatro médicos, para os centros de saúde de Odivelas, Almada, Arco Ribeirinho, Seixal-Sesimbra, Setúbal-Palmela e Amadora, três cada. Sintra terá dois e Cascais, Lisboa Oriental, Queluz-Cacém, Lisboa-Norte e Oeiras fi cam com um cada."

publicado por usmt às 20:48
link do post | favorito

Ganha mais de 419 euros? Vai pagar ambulância

Ministério da Saúde e a Liga dos Bombeiros Portugueses chegaram a acordo na segunda-feira Por: tvi24 / PP

Os utentes cujo rendimento médio mensal «per capita» seja superior a 419,22 euros vão ter de pagar o serviço de transporte de ambulâncias, segundo um acordo alcançado segunda-feira entre o Ministério da Saúde e a Liga dos Bombeiros Portugueses.

Em declarações à Lusa, o presidente da Liga de Bombeiros Portugueses (LBP) adiantou que o acordo alcançado segunda-feira estabelece que todos os utentes que tenham um rendimento médio mensal «per capita» superior a 419,22 euros, valor fixado pelo Indexante dos Apoios Sociais, vão ter de suportar os custos de transporte em ambulâncias, ou seja 48 cêntimos o quilómetro.

«Estamos a falar dos utentes e não dos doentes. Os doentes com prescrição médica, com patologias identificadas, crónicas e graves continuam a ter serviço gratuito», disse Duarte Caldeira, realçando que «o utente é um cidadão que de forma causídica necessita de aceder a uma consulta hospitalar ou a um tratamento de fisioterapia por exemplo».

O Ministério da Saúde e a LBP tinham iniciado negociações em Fevereiro devido aos problemas resultantes das novas regras de transporte de doentes.

Em causa estava a decisão do secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar ¿ contestada pela LBP ¿ que determina que o acesso ao transporte pago pelo Ministério da Saúde passe a ter de responder aos requisitos obrigatórios da prescrição clínica e insuficiência económica dos doentes.

«A 29 de Dezembro do ano passado foi publicado um despacho que retirava de forma absoluta aos doentes o acesso ao transporte remetendo para dois pré-requisitos: a prescrição médica e a constatação de insuficiência económica.

Verificado que não havia condições para determinar a insuficiência económica o despacho acabou por ser parcialmente suspenso», contou.

Segundo Duarte Caldeira, mais tarde veio a verificar-se que muitos serviços de saúde aplicaram o despacho, apesar de parcialmente suspenso.

Toda a situação, de acordo com Duarte Caldeira, afectou também a saúde financeira dos bombeiros que em Fevereiro registaram uma redução de 30 por cento nos seus serviços, o que levou à dispensa de bombeiros profissionais em algumas corporações do País.

Adiantou ainda que no âmbito do protocolo foi constituída uma comissão de monitorização de aplicação do regulamento no que se refere à relação com os bombeiros.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde disse, por seu turno, que «a concretização» do regulamento em causa «resolve definitivamente as querelas sobre o direito dos utentes do Serviço Nacional de saúde (SNS) aos transportes».

publicado por usmt às 20:47
link do post | favorito
Domingo, 17 de Abril de 2011

17 de ABRIL - DIA MUNDIAL DA HEMOFILIA

Sobre a hemofilia e outros distúrbios hemorrágicos:

 

A hemofilia, a doença de von Willebrand e outras deficiências dos factores da coagulação, são distúrbios hemorrágicos crónicos que impedem que a coagulação do sangue se faça correctamente. Caracterizam-se pela ausência ou acentuada carência de um determinado factor da coagulação, uma proteína no sangue que controla as hemorragias. A gravidade da doença de uma pessoa com um destes distúrbios hemorrágicos, depende da quantidade de factor da coagulação que está em falta ou que não funciona. Nas pessoas com hemofilia podem ocorrer hemorragias internas não controladas que podem resultar, aparentemente, de uma pequena lesão. As hemorragias nas articulações e músculos causam dor aguda e incapacidade, enquanto as hemorragias em órgãos importantes, como o cérebro, podem causar a morte. 

 

Associação Portuguesa de Hemofilia e de outras Coagulopatias Congénitas
Av. João Paulo II, Lote 530, Loja A
1950-158 Lisboa – Portugal
Telf.: +(351) 218 598 491
Fax: +(351) 218 371 065
E-mail: info@aphemofilicos.pt  
publicado por usmt às 11:37
link do post | favorito

Não esquecer: "ATÉ FINAL DE MAIO"

As comissões de utentes da saúde do distrito de Santarém aprovaram hoje uma moção a dirigir à ministra da Saúde em que reclamam mais médicos de clínica geral e medicamentos mais baratos.

O documento, aprovado por unanimidade, defende «respostas claras e eficazes» para os problemas que afectam os utentes e exige a colocação de mais médicos, enfermeiros e outros profissionais, o fim do encerramento de serviços e unidades de saúde, transporte para os doentes, medicamentos mais baratos e reabertura das unidades encerradas.

Nas concentrações, que decorreram à porta dos centros de saúde de Almeirim, Torres Novas e Constância - «os que apresentam situações mais dramáticas de carência na assistência às populações» -, estiveram cerca de 600 pessoas, entre utentes, representantes das várias comissões de utentes da saúde do distrito e autarcas dos concelhos abrangidos pelos Agrupamentos dos Centros de Saúde (ACES) da Lezíria, Zêzere e Serra D`Aire.

Luís Antunes, da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo, presente na concentração realizada em Constância, disse à agência Lusa que a situação que «dezenas de milhar» de pessoas enfrentam na área da saúde no distrito é «dramática, impensável e inadmissível», com «muitos doentes de risco e crónicos sem acompanhamento médico».

Tendo afirmado que faltam «dezenas de médicos de família e enfermeiros», aquele responsável sublinhou que a actual situação «coabita com populações envelhecidas, sem meios próprios para se deslocarem e sem transportes públicos que as sirvam» de modo a poderem acorrer às sedes dos concelhos ou aos hospitais.

Aquele responsável advertiu que o período eleitoral que se aproxima é propício à «proclamação de promessas», tendo Luís Antunes afirmado que a saúde «não pode esperar pela resolução da crise e pela realização de eleições», apelando à defesa de um Serviço Nacional de Saúde «universal, público, eficiente, eficaz e tendencialmente gratuito», como consagra a Constituição.

«A experiência na região mostra que quando as populações e os autarcas se unem pelos seus direitos há êxito absoluto», sobretudo na colocação de médicos e no não encerramento de serviços, observou.

Contactado pela Lusa, o director do ACES do Zêzere disse estar «solidário» com as autarcas e populações, tendo afirmado que «até ao final de Maio» serão colocados médicos sul-americanos na região. (Lusa) - sublinhados nossos

publicado por usmt às 11:31
link do post | favorito
Sábado, 16 de Abril de 2011

Documento aprovado nas Concentrações de Almeirim, Constância e Torres Novas

Moção

Para: Senhora Ministra da Saúde, Doutora Ana Jorge

Cc:      Senhora Governadora Civil de Santarém, Doutora Sónia Sanfona;

Senhores Directores Executivos dos ACES - Lezíria II, Zêzere e Serra D’Aire.

Utentes e autarcas dos Concelhos abrangidos pelos Agrupamentos de Centros de Saúde – Lezíria, Zêzere e Serra D’Aire, do Distrito de Santarém, concentrados junto às sedes daqueles agrupamentos, em Almeirim, Constância e Torres Novas, respectivamente, consideram que:

  • A saúde é o bem mais precioso do ser humano. É fundamental facilitar o acesso a cuidados de saúde de qualidade e proximidade.
  • A falta de médicos, de enfermeiros e outros profissionais; a ruptura de fornecimento de materiais e produtos de manutenção nas unidades de saúde; a redução no apoio a transporte de doentes; o aumento das taxas moderadoras e dos medicamentos; funcionamento irregular dos SAP e de Serviços de Urgência Básica;
  • Em muitos concelhos do Distrito verifica-se falta de médicos e de enfermeiros, ou sem um único médico, como no Sardoal; há muitas unidades de saúde degradadas e funcionando provisoriamente há dezenas de anos; há freguesias com as unidades de saúde encerradas, onde as populações envelhecidas e com pensões degradadas, não têm transportes públicos.
  • Devido a opções do governo as farmácias passaram a poder mudar-se para outros lugares com o mesmo alvará, resultando que muitas populações ficaram com maiores dificuldades no acesso aos medicamentos; por outro lado conhecem-se freguesias, com extensões de saúde sem médico com o argumento de que não têm farmácia.
  • Muitos médicos estão-se a reformar e outros terminam os contratos, criando ansiedade nas populações por receio de que esses profissionais não sejam substituídos em tempo útil
  •  A falta de uma medicina preventiva faz aumentar os custos do SNS, tendo as chamadas de emergência conhecido um aumento significativo e crescido o recurso às urgências hospitalares;

Porque há soluções, se as pessoas forem colocadas em primeiro lugar e porque a saúde não pode esperar pelo fim das crises nem pelas eleições, os utentes exigem:

 

  1. 1.         MAIS MÉDICOS E ENFERMEIROS E OUTROS PROFISSIONAIS;
  2. 2.         MEDICAMENTOS MAIS BARATOS;
  3. 3.         TRANSPORTE PARA OS DOENTES;
  4. 4.         O FIM DO ENCERRAMENTO DE SERVIÇOS E UNIDADES DE SAÚDE;
  5. 5.         REABERTURA DAS UNIDADES ENCERRADAS.

 

16 de Abril de 2011

publicado por usmt às 19:56
link do post | favorito

Utentes da saúde protestam

As Comissões de Utentes do Distrito de Santarém realizam no sábado, dia 16, acções de protesto nos centros de saúde de Almeirim, Constância e Torres Novas (sedes dos ACES)  contra a falta de médicos e enfermeiros.
A SIC esteve nos Riachos e no Sardoal e fez uma reportagem.
http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2011/4/utentes-de-varios-concelhos-protestam-contra-falta-de-medicos-e-enfermeiros15-04-2011-161634.htm

(clicar nas linhas acima para ver Reportagem da SIC)
publicado por usmt às 19:54
link do post | favorito
Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

Reivindicamos mais médicos, mais enfermeiros....

 

DIA 16 ABRIL, 15H30

CONCENTRAÇÕES

JUNTO AOS CENTROS DE SAÚDE (sede dos ACES)

de ALMEIRIM, CONSTÂNCIA, TORRES NOVAS

 

MAIS MÉDICOS E ENFERMEIROS!

MEDICAMENTOS MAIS BARATOS!

OS DOENTES PRECISAM DE TRANSPORTE!

CONTRA O ENCERRAMENTO DE SERVIÇOS E

UNIDADES DE SAÚDE E REABERTURA DAS ENCERRADAS!

 

publicado por usmt às 21:16
link do post | favorito

Uma boa notícia para o CHMT

Universidade da Beira Interior vai alargar ensino de Medicina ao Centro Hospitalar Médio Tejo
A Universidade da Beira Interior (UBI) vai alargar o ensino de Medicina ao Centro Hospitalar do Médio Tejo (Tomar, Torres Novas, Abrantes) e ao Hospital de São Teotónio, em Viseu, disse hoje à agência Lusa o reitor João Queiroz.
Um protocolo entre as unidades de saúde e a UBI vai ser assinado no dia 30 de Abril, dia em que a universidade assinala 25 anos, para que os hospitais passem a receber anualmente alunos em formação.
João Queiroz destaca como ponto positivo “o maior leque de possibilidades que os alunos têm à disposição para a sua formação”.
Para o reitor, é também “um sinal da qualidade e da capacidade de abrangência do projecto de ensino de Ciências da Saúde sedeado no interior do país”.
Actualmente, a UBI coloca cerca de 400 alunos por ano do mestrado integrado em Medicina nos hospitais da Guarda, Castelo Branco e no Centro Hospitalar da Cova da Beira (Covilhã e Fundão), além de centros de saúde da região.
------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
publicado por usmt às 21:13
link do post | favorito
Quinta-feira, 14 de Abril de 2011

A propósito das CONCENTRAÇÕES DE 16 DE ABRIL...

... a SIC gravou nos Riachos e no Sardoal

 

publicado por usmt às 13:34
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . 24 de Julho, Reunião da C...

    . Sobre a sinistralidade ro...

    . Novo contacto do CENTRO A...

    . 8 de Julho, CONFERÊNCIAS ...

    . Reunião da Comissão de Ut...

    . 1 de Julho, DIA MUNDIAL D...

    . FNAM. mensagem aos utente...

    . MÉDIO TEJO: preparar a re...

    . FNAM: Reunião com comissõ...

    . Reunião da Comissão de Ut...

    .Arquivos

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds