Sábado, 15 de Agosto de 2020

CHMT: AUMENTA ACTIVIDADE ASSISTENCIAL em Julho

CHMT AUMENTA ATIVIDADE ASSISTENCIAL EM JULHO

 

O processo de retoma da atividade assistencial continua de forma progressiva no Centro Hospitalar do Médio Tejo. Finalizado o mês de julho os números demonstram um aumento de atividade em todas as valências da prestação de cuidados de saúde, face ao mês anterior.


Foram realizadas mais consultas, mais cirurgias, mais atendimentos no Serviço de Urgências, mais sessões de Hospital de Dia e houve também mais internamentos. Desde maio que o CHMT, mês após mês aumenta a sua atividade assistencial.

Esta retoma progressiva de atividade clínica acontece garantindo as condições de segurança para os doentes e para os profissionais de saúde, com a definição de circuitos e cumprindo as regras de proteção estabelecidas pela Direção Geral de Saúde.

As consultas médicas, no mês de julho, tiveram um acréscimo de 12% face ao mês de junho. No mês de julho foram realizadas um total de 13 634 consultas, mais 1.514 do que as consultas realizadas no mês de junho.
No âmbito da atividade cirúrgica programada foram realizadas no mês de julho 529 cirurgias, a que acrescem 129 cirurgias urgentes num total de 658 realizadas.
As sessões de hospital de dia realizadas, neste mês de julho, tiveram um aumento de 14 por cento, com um total de 2.403 sessões realizadas.

O internamento teve um acréscimo de 9% face ao mês de junho, com um total de 1.097 internamentos.

O número de atendimentos nos diferentes serviços de urgência do CHMT tiveram, também, um aumento de 16% no mês de julho, face ao mês de junho, com um total de 8.837 atendimentos.

Apesar da retoma progressiva da atividade assistencial apresentar um aumento dessa mesma atividade, estes números continuam, no entanto, a evidenciar uma redução significativa face ao período homologo de 2019. Fenómeno que é transversal a todo o Serviço Nacional de Saúde e consequência do estado de Pandemia que ainda se atravessa.

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, EPE, reforça o apelo à população do Médio Tejo para que “não receie deslocar-se ao Hospital para a realização de consultas, exames ou quaisquer outros atos clínicos, de forma a que a condição de saúde dos cidadãos não sofra qualquer tipo de agravamento. Os circuitos estão perfeitamente definidos e garantem a segurança dos doentes e dos profissionais de saúde do CHMT. É seguro para os cidadãos deslocarem-se aos hospitais para realizarem a atividade que têm programada”, afirma Carlos Andrade Costa, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

publicado por usmt às 08:21
link do post | favorito
Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

CHMT: retoma das visitas nos hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes

RETOMA DE VISITAS A DOENTES INTERNADOS NO CHMT

 

As visitas a doentes internados no Centro Hospitalar do Médio Tejo retomam no próximo dia 15 de agosto.
Uma retoma que se fará de acordo com as regras estipuladas, no âmbito do Plano de Contingência à Covid 19, implementadas no CHMT.

 

Os visitantes têm que cumprir com todas as normas de segurança e higienização em vigor, nomeadamente cumprindo a higienização das mãos e a utilização de máscara cirúrgica.

Ficam de fora desta retoma as áreas de prestação de cuidados dedicadas à COVID onde não serão permitidas visitas. Também nos Serviços de Urgência não são permitidos acompanhantes e visitas, exceto em situações muito excecionais e devidamente autorizadas pela Direção de Serviço ou Responsável pela equipa de enfermagem. Aos Serviços com especificidades próprias, como os Cuidados Intensivos, Obstetrícia, Pediatria, entre outros, serão emitidas orientações específicas.

De acordo com a orientação da retoma de visitas é permitida uma visita diária por doente internado, com duração máxima de 30 minutos. As visitas estão sujeitas a horário fixo, pré-definido consoante o quarto de internamento e o número da respetiva cama. As visitas têm início nos seguintes horários: 14h30, 15h30, 16h30 e 17h30, todos os dias da semana, incluindo fins-de-semana.

Ainda no âmbito do Plano de Contingência à Covi-19 só são permitidas visitas de maiores de 18 anos.

Os visitantes devem, a todo o tempo, garantir o distanciamento necessário com os doentes a visitar, de acordo com as instruções transmitidas pela equipa de saúde;

Os utentes internados em quartos individuais, poderão receber a visita entre as 14h30 e as 18h00, mantendo-se a duração máxima de 30 minutos;

No final de cada visita o quarto será devidamente higienizado e arejado.

 

Novas regras para os visitantes

visitas_novas_regras
 

 

Os visitantes devem utilizar preferencialmente as escadas, sempre que possível; se utilizarem os elevadores devem entrar nos destinados a visitas. Devem circular pelo lado direito dos corredores e respeitar a sinalética hospitalar.

Utilizar máscara cirúrgica durante todo o período de permanência no Hospital/Serviço, respeitar regras de etiqueta respiratória e higienizar as mãos. Os visitantes devem, também, manter distância de segurança do seu familiar, manter distância dos outros doentes e profissionais e cumprir todas as recomendações de Vigilantes e Profissionais de Saúde, de forma a garantir a segurança de todos.

Os visitantes não devem levar objetos pessoais, alimentos ou outros, para entregar ao doente. Não devem visitar outros doentes ou circular livremente pela enfermaria.

Os visitantes não devem utilizar instalações sanitárias na enfermaria, exceto em situações autorizadas pelos profissionais de saúde e após garantia de condições de higienização antes e depois da utilização.

Os visitantes não devem sentar-se ou colocar objetos pessoais (malas, entre outros…) sobre a cama do doente ou qualquer outra cama da enfermaria.

publicado por usmt às 12:23
link do post | favorito
Sábado, 8 de Agosto de 2020

Comunicado do CHMT: Serviço de Medicina Interna autónomo na realização de Elastografia Hepática

SERVIÇO DE MEDICINA INTERNA AUTÓNOMO NA REALIZAÇÃO DE ELASTOGRAFIA HEPÁTICA

No passado dia 31 de julho foi entregue ao Serviço de Medicina Interna do Centro Hospitalar do Médio Tejo, o equipamento Fibroscan para realização de Elastografia Hepática.

O equipamento Fibroscan permite aos doentes com patologia hepática realizar o exame de Elastografia Hepática no CHMT. Um equipamento disponível não só para os doentes do Serviço de Medicina Interna mas também para os doentes de Gastrenterologia.

fibroscan2
 

Ana Cristina Saramago, residente na Ortiga, concelho de Mação, foi a primeira doente a realizar o exame de Elastografia Hepática no CHMT, no Hospital de Dia de Medicina Interna, instalado na Unidade Hospitalar de Abrantes. E a sua reação não podia ser melhor. ”Não custou nada, mesmo nada. Estou muito satisfeita, não tem nada a ver com a biopsia que também já fiz. Vou mesmo contente” afirmou Ana Cristina que, acompanhada pelo marido e pelo filho, sorria manifestando a sua satisfação.
Até à data os doentes com necessidade deste exame tinham de se deslocar a Lisboa ou a Coimbra para a realização do mesmo. E esta é outra vantagem apontada pela Ana Cristina “é muito mais fácil virmos aqui, do que ainda ter a despesa e o desconforto da deslocação para Lisboa”.

O facto deste tipo de equipamento ser raro faz com que este tipo de exame tenha listas de espera consideráveis. Com a sua aquisição pelo CHMT, os doentes de todo o distrito de Santarém e distritos vizinhos deixam de ficar sujeitos a essas listas de espera. O que para as patologias hepáticas é um aspeto muito relevante.

A Elastografia hepática é um exame utilizado para avaliar a fibrose hepática, que reflete saúde e os danos no fígado causados por doenças crónicas nesse órgão, como hepatite, cirrose e presença de gordura, entre outras.

Fátima Pimenta, diretora do Serviço de Medicina Interna realça que “esta nova aquisição representa mais um passo na diferenciação clínica do CHMT, ao serviço da população”.
A diretora do Serviço de Medicina Interna considera, ainda, que “com este equipamento Fibroscan, o Serviço de Medicina Interna reforça a sua abrangência de atuação, podendo vir a realizar os exames da área de Santarém, de Castelo Branco, de Portalegre, de Leiria e, eventualmente, da Guarda e da Covilhã.

Carlos Andrade Costa, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, sublinha o contínuo investimento em novos equipamentos, de tecnologia avançada, que têm permitido a capacitação e a diferenciação clínica do CHMT,EPE. “Sempre no CHMT fomos desenvolvendo competências clínicas para diferenciarmos a atividade assistencial que a Instituição pratica. Este é um investimento que permite dotar este Centro Hospitalar e os seus profissionais de recursos cada vez mais diferenciados ao serviço da população não só do Médio Tejo, mas também de todo do Distrito de Santarém e dos territórios limítrofes”.

O presidente do Conselho de Administração salienta “a disponibilidade do Conselho de Administração para continuar a realizar os investimentos necessários para uma atividade clínica cada vez mais diferenciada, porque queremos um CHMT cada vez mais preponderante no âmbito do Serviço Nacional de Saúde”.

O Serviço de Medicina Interna tem, neste momento, duas profissionais de saúde com competência para realizar este exame, as médicas Ana Rita Jorge e Ana Luisa Matos, mas espera, até ao final do ano duplicar esta capacidade pois tem duas Internas de Formação Especifica que vão realizar estágio de Hepatologia e adquirir competência para efetuarem autonomamente Elastografia Hepática.

publicado por usmt às 09:45
link do post | favorito
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2020

12 de Agosto, reunião da Comissão de Utentes

0 reun cartaz.jpg

 

publicado por usmt às 15:02
link do post | favorito
Sábado, 1 de Agosto de 2020

Dar a primazia aos cuidados de saúde no Orçamento 2021

00 orçamento 2021.jpg

 

publicado por usmt às 17:53
link do post | favorito

Crescimento e recuperação económica só com aumento de salário mínimo e pensões

A imagem pode conter: texto que diz "Utentes dos Serviços Publicos da Região do Médio Tejo Avenida8de ho,lote4r/ 2350-724 TORRES usaudemt@mmail.com crise económica é muita séria e está a os mais vulneráveis Reclama-se aumento do salário mínimo nacional e das pensões e dos apoios sociais como forma de crescimento e recuperação económica! Sem consumidores não serve de nada produzir elou comercializar! causa principal vermos tantas instalações comerciais actividade económica acaboue desemprego gerado resulta diminuição de rendimento famílias (muitas muito atacam Gente que, uma pandemia eficacia frágeis desprote- abandonada pelo deixada própria sequer coronavírus, abandono (Anselmo Crespo, Diário Noticias, 25.7.20)"

publicado por usmt às 17:26
link do post | favorito

Sobre auditorias

Dependências há mesmo muitas



 




 

Ficámos a saber que “a auditoria ao Novo Banco pedida pelo Governo à consultora Deloitte, obrigatória após a injecção de capital feita em Maio pelo Fundo de Resolução, devia ser conhecida esta sexta-feira, mas está atrasada.” 
 

Mais do que o atraso, o verdadeiro problema é a dependência face a estas poderosas consultoras multinacionais para fazer um trabalho que, até por uma questão de confiança, deve caber ao próprio Estado. Mas, já se sabe, o esvaziamento das competências do Estado é todo um negócio, das consultoras aos grandes escritórios de advogados, todo um círculo vicioso criado há muito pelos neoliberais em várias escalas.

 

 


publicado por usmt às 17:21
link do post | favorito

CHMT: Serviço de Medicina Intensiva tem equipamento de monitorização único no país

SERVIÇO DE MEDICINA INTENSIVA TEM EQUIPAMENTO DE MONITORIZAÇÃO ÚNICO NO PAÍS

 

O Serviço de Medicina Intensiva recebeu um equipamento de monitorização, com tecnologia de vanguarda, único no país. Trata-se de um aparelho, denominado HemoSphere que, com recurso a inteligência artificial, através de um algoritmo, faz a interpretação de dados recolhidos nos doentes críticos, permitindo antecipar procedimentos para reverter eventuais alterações da situação clínica dos referidos doentes.

 

Esta nova plataforma de monitorização avançada, ao permitir antecipar momentos críticos, facilita a decisão dos profissionais de saúde face à situação clínica do doente crítico. A diversidade de perfis e de configurações de cuidados e a medição dos parâmetros hemodinâmicos avançados, recolhidos e interpretados pela HemoSphere, ajudam à tomada de decisões pro-ativas em diversas situações clínicas que ajudam a estabilizar o doente.

Nuno Catorze, diretor do Serviço de Medicina Intensiva, do Centro Hospitalar do Médio Tejo, reconhece a vantagem deste equipamento na diferenciação do Serviço, que incrementa “a capacidade de monitorização hemodinâmica, complementando os equipamentos já existentes, permitindo uma maior versatilidade e abrangência das competências da medicina intensiva, nomeadamente na neuromonitorização e Cardiovascular“.

O diretor do Serviço de Medicina Intensiva afirma, ainda, que “a inteligência artificial permitirá, neste caso, aumentar a diferenciação técnica auxiliando na decisão clínica”.

Nuno Catorze sublinha que “as novas tecnologias são um instrumento (ou um legado) fundamental na aprendizagem e ensino da medicina, nomeadamente em cuidados intensivos, o que trará mais valias à qualidade assistencial, apoiando os jovens médicos numa decisão mais acertada”.

publicado por usmt às 17:17
link do post | favorito

Abrantes | Enfermeiros em protesto por contagem do tempo de serviço

https://www.mediotejo.net/abrantes-enfermeiros-em-protesto-por-contagem-do-tempo-de-servico-c-video/

publicado por usmt às 17:11
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . Pela reabertura das Exten...

    . 31 maio - DIA MUNDIAL SEM...

    . 26 maio - DIA MUNDIAL ESC...

    . 18 maio - DIA MUNDIAL VAC...

    . Sobre os recursos humanos...

    . T NOVAS, 15 maio - Recolh...

    . A intervenção das populaç...

    . 22 maio - DIA MUNDIAL CON...

    . 19 maio - REUNIÃO DA COMI...

    . 17 maio - DIA MUNDIAL HIP...

    .Arquivos

    . Maio 2021

    . Abril 2021

    . Março 2021

    . Fevereiro 2021

    . Janeiro 2021

    . Dezembro 2020

    . Novembro 2020

    . Outubro 2020

    . Setembro 2020

    . Agosto 2020

    . Julho 2020

    . Junho 2020

    . Maio 2020

    . Abril 2020

    . Março 2020

    . Fevereiro 2020

    . Janeiro 2020

    . Dezembro 2019

    . Novembro 2019

    . Outubro 2019

    . Setembro 2019

    . Agosto 2019

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds