Sábado, 25 de Agosto de 2012

Mais um caso triste... de vendas agressivas

 

Um conto (quase) de vigário

uma "espécie de crónica"
tirada de uma "espécie de diário":
 
(...)
Ao começo da tarde, tocou o telefone, atendi-o ou, com mais precisão, atendi-a, à voz feminina que, do outro lado dos fios (foi o telefone fixo!) me perguntou se era eu tal como estou nomeado na lista telefónica, com Ferreira e tudo.
 
&-----&-----&
Preparava-me para a habitual (e simpática… coitados/as) “corrida em osso”, quando lá de cima, do outro telefone, a Zé se meteu na conversa a dois, pelo que passou a ser conversa a três.
 
&-----&-----&
 
Então que era?
 
&-----&-----&
 
Uma coisa muito bem armadilhada, após um introito que nos prendeu, com respostas satisfatórias a perguntas pertinentes.
 
&-----&-----&
 
Uma “voluntária”, ao serviço de uma instituição (do Estado?... pois, pois…) propunha-nos um rastreio de prevenção de AVCs (do Ministério da Saúde?... sim, sim…) que iria ser feito em Ourém.
 
&-----&-----&
 
Vencido o primeiro embate, a“voluntária”, cheia de voluntariedade, encantada por estar a falar com pessoas tão diferentes do habitual (economista e filóloga…filóloga?... não conhecia o curso… também não se pode saber tudo, não é verdade?…, cada um com a sua especialidade), viu-se mesmo (ou ouviu-se mesmo) com pena de deixar a “conversa à trois”, passou-nos à colega encarregada das marcações.
 
&-----&-----&
 
Esta, a das marcações, tomou notas, notou-se que estava a consultar a lista das marcações, e propôs-nos 19 horas, a Zé contrapropôs 7 e meia, aceite com ligeira relutância e o pedido de pontualidade pois o rastreio terminaria às 20 horas, chegando ao ponto de nos pedir que estivéssemos um pouco mais cedo.
 
&-----&-----&
 
Indicou-nos o local, e recomendou que não tomássemos café ou fizéssemos outras coisas que (deduzimos…) alterassem o estado com que nos apresentaríamos ao rastreio de prevenção de AVCs.

&-----&-----&

Perguntaram, inclusive, se tínhamos médico de família e o nome dele.
 
&-----&-----&
 
Na nossa boa fé, tão bem manipulada, adiámos coisas mais ou menos in(d)iciadas para a tarde, não tomámos o café que nunca tomamos nem o chá que tomamos sempre, organizamo-nos para estar às 7 e pouco na “Casa da Banda”,depois de meter gasolina no carro da Zé (já ao novo preço… antes que aumente amanhã), de fazer umas pequenas compras.
 
&-----&-----&
 
E estávamos.

&-----&-----&

Alguma afluência, caras conhecidas, ou que me conheciam (“olá, sôtor… também veio… é preciso aproveitar tudo, não é?... como isto está!...”)

&-----&-----&

Informámo-nos, junto de uma recepcionista, do andamento dos trabalhos “lá dentro” e fomos dar uma volta “de fazer horas” pelas cercanias, aproveitando para fazer coisas que tinham de ser feitas.
 
&-----&-----&
 
Às sete e vinte e muitos minutos, alí estávamos nós, preparados para o rastreio de prevenção dos nossos eventuais ou previsíveis AVCs.
 
&-----&-----&

Eu sentei-me cá fora a ler o Pennac, a Zé lamentou a falta do livro e, também por isso, ao passarem uns minutos das tais 7 e ½ dirigiu-se à menina recepcionista perguntando pela pontualidade e teve logo resposta pronta, nem sabemos se passando por cima de alguns expectantes com marcação anterior à nossa. 
 
&-----&-----&
 
Entrámos no salão de ensaios e espectáculos da Banda e deparámo-nos com umas seis ou sete mesas com alguém “da casa” (não da Banda-dona-de-casa mas dos concessionados do espaço) a receber os… “fregueses”.
 
&-----&-----&
 
Que é o que nós éramos, embora só o descobríssemos tarde… por excesso de boa fé..
 
&-----&-----&
 
Um jovem, cheio de simpatia, algo untuosa, identificou-nos (com um sorriso surpreso e cúmplice quando, à perguntacasados?, respondemos unidos de facto!) e começou a a apresentar-se.
 
&-----&-----&
 
Mas só começou… porque logo que disse que representava uma empresa privada que estava a fazer um estudo, o interrompemos e dissemos não ser essa a informação que ali nos levara.
 
&-----&-----&
 
O jovem tartamudeou com deficiência de informação da "telemark" (que trabalharia para várias empresas, e etc. e tal) e procurou avançar dizendo que nos iria medir a tensão arterial, mediria a massa corporal (aquilo que as máquinas nas farmácias fazem por 50 centimos) e que… mas não quisemos ouvir mais.
 
&-----&-----&
 
Apenas dissemos ter sido enganados, e que não estávamos interessados em mais nada dali.
 
&-----&-----&
 
Quando regressávamos a casa, irritados, eu ia com aquele pesar de quem só se lembra do que deveria ter feito depois de ter perdido a oportunidade de o fazer.
 
&-----&-----&
 
Deveria ter pedido o livro de reclamaçõese despejado ali a irritação que trazia para casa por ter caído naquele conto do vigário, que não teve consequências materiais salvo as de tempo perdido e programas alterados.
 
não há respeito algum pelos outros,
vale tudo,
isto é, apenas, um pequeno (quase inocente) exemplo
... de empreendedorismo
publicado por usmt às 10:36
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . Preparar a reunião com a ...

    . Reunir com as unidades de...

    . Pedidas reuniões com os d...

    . ACES MÉDIO TEJO: debater ...

    . Reunião da Comissão de Ut...

    . CHMT: debate sobre a viol...

    . ALPIARÇA: Reunião das Com...

    . Iniciativa popular em def...

    . MUSP SANTARÉM: Reunião do...

    . Quando acaba este drama?!

    .Arquivos

    . Janeiro 2020

    . Dezembro 2019

    . Novembro 2019

    . Outubro 2019

    . Setembro 2019

    . Agosto 2019

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds