Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

in Rádio Hertz

OURÉM – Dossier acesso à saúde: Paulo Fonseca não esconde revolta e diz que concelho «Está a ser humilhado»

O concelho de Ourém considera-se «humilhado» pelos altos responsáveis pelo sector da saúde no nosso país. Aquela população é a que mais tem sofrido com a reestruturação levada a cabo no Centro Hospitalar do Médio Tejo, de tal forma que as pessoas, desde há vários meses, em qualquer situação mais urgente, têm que percorrer cerca de setenta quilómetros até Abrantes...

 

  quando há registo para uma Unidade, bem mais perto, em Leiria. Paulo Fonseca, presidente da autarquia ouriense, tem sido a voz da revolta do concelho e, por livre iniciativa, depois de muitas abordagens sem sucesso, resolveu enviar um mail para a Secretaria de Estado, onde solicita a resolução deste grave problema, mais ainda se tivermos em conta que o Centro de Saúde encerra, agora, pelas vinte horas. Em declarações à Hertz, Paulo Fonseca, não poupa nas palavras: «Julgo que estão a tentar humilhar o concelho de Ourém e eu fico revoltado enquanto presidente da Câmara e, nessa qualidade, como porta-voz dos cidadãos e das suas preocupações. Ourém é o segundo concelho do distrito de Santarém no número de habitantes que residem aqui todos os dias, tem uma população flutuante de mais cinquenta mil habitantes que aqui chegam no verão, para além de um conjunto de cinco milhões de pessoas que visitam Fátima todos os anos. Por outro lado, não tem qualquer hospital e nem nós queremos ter qualquer hospital, o que seria um absurdo. Mas tínhamos um Centro de Saúde que, ainda há poucos anos, funcionava vinte e quatro horas por dia; depois, passou a abrir às 8 da manhã e a encerrar à meia-noite; depois passou a encerrar às dez da noite, passando, agora, para as vinte. E já se fala que pode fechar, no futuro, pelas seis da tarde. É absolutamente inaceitável que isto aconteça, somando a outro conjunto de factores, que consideramos como humilhantes para o nosso concelho, que é também o segundo à escala distrital a gerar impostos para pagar aquilo que se decide a partir de Lisboa. Não posso aceitar isto. Os Postos Médicos nas freguesias estão a encerrar com o argumento de que é necessário poupar recursos».   Paulo Fonseca fez, então, referência para a mudança no acesso aos cuidados de saúde por parte da sua população, garantindo que não haverá qualquer poupança com as novas medidas: «Tínhamos um conjunto de valências em todas as unidades no Centro Hospitalar do Médio Tejo, desde logo em Tomar, um vizinho e amigo que dista vinte quilómetros entre as respectivas sedes de concelho. E hoje as pessoas são canalizadas para o Hospital de Abrantes, que dista cerca de 70 quilómetros de Ourém. A verdade é que a 20 quilómetros de Ourém existe um outro hospital, também do Estado e do Ministério da Saúde, que é Leiria, ao qual os cidadãos do nosso concelho não têm acesso. Dir-me-ão: mas sempre foi assim... Sempre foi assim, mas nessa altura, antes deste conjunto de medidas tomadas ultimamente, havia acesso, em qualquer hora, a qualquer valência aos hospitais de Tomar e de Torres Novas, algo que não acontece agora. Ainda recentemente, um jovem foi levado pelos bombeiros de Ourém para o Hospital de Tomar, daqui saiu noutra ambulância para Abrantes e, depois, ainda saiu de helicóptero para o Santa Maria. Pergunto: onde está a poupança? Não será que, pelo contrário, temos agravamento da despesa pública? Não há distanciamento no socorro que, numa boa parte das emergências, deve ser imediato?».   O presidente da Câmara Municipal de Ourém tem andado numa autêntica «roda-viva» no sentido de ver o problema da população resolvido. Contam-se as reuniões com o Secretário de Estado e outros responsáveis pela Administração Regional... sem efeitos práticos, apesar das diversas promessas. Tal como referimos, o autarca resolveu enviar mails diários no sentido de pedir explicações. O caricato desta situação é que essas comunicações até já foram bloqueadas pela Secretaria de Estado: «Há onze meses atrás, munidos de todo o nossos sentido de responsabilidade e de educação, estivemos com o secretário de Estado da Saúde, que nos deu toda a razão e prometeu resolver o problema de imediato. Fizemos chegar uma proposta que não agravava os custos que o Ministério da Saúde tem os nossos cidadãos e que apenas reformulava a sua organização... Fomos recebidos pelo presidente da Administração Regional de Saúde, que nos deu toda a razão, prometendo resolver o problema de imediato. Depois, veio até nós o vice-presidente da Administração Regional de Saúde, que nos deu toda a razão. Em Maio, o senhor secretário de Estado visitou Fátima. Tive oportunidade de lhe dizer que o problema continuava por resolver e estava até a agravar-se. Ficou com um aspecto muito espantado, admirado, porque o assunto ainda não tinha sido resolvido. Prometeu fazê-lo assim que chegasse a Lisboa. Pois bem, estamos em Agosto e o problema continua por resolver. A dada altura, comecei e enviar um mail para a Secretaria de Estado, que agora bloqueou os mails para não receber as nossas comunicações. Dessa forma, agora mando um mail todos os dias para o senhor Ministro da Saúde porque é absolutamente revoltante que o nosso povo não tenha um mínimo de apoio médico, ao qual tem o mesmo direito de outros. Não calo a minha voz perante a tamanha humilhação e tanta falta de sentido humano».    

 

2012-08-25 10:36:17

publicado por usmt às 18:09
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . Preparar a reunião com a ...

    . Reunir com as unidades de...

    . Pedidas reuniões com os d...

    . ACES MÉDIO TEJO: debater ...

    . Reunião da Comissão de Ut...

    . CHMT: debate sobre a viol...

    . ALPIARÇA: Reunião das Com...

    . Iniciativa popular em def...

    . MUSP SANTARÉM: Reunião do...

    . Quando acaba este drama?!

    .Arquivos

    . Janeiro 2020

    . Dezembro 2019

    . Novembro 2019

    . Outubro 2019

    . Setembro 2019

    . Agosto 2019

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds