Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014

Notícias (1)

 

 

Preocupados com o estado da Saúde em Portugal, os deputados do Partido Socialista promoveram uma ronda de visitas por diversos estabelecimentos hospitalares, onde confirmaram as situações que vêm sendo descritas pelos portugueses.

Num encontro com a Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), na passada segunda-feira, os deputados António Gameiro e Idália Serrão tomaram nota das dificuldades de gestão que a Lei dos Compromissos coloca à administração hospitalar, “constituindo um entrave a atos de gestão corrente de importância vital para os doentes, como sejam a aquisição de medicamentos, a contratação de meios complementares de diagnóstico ou mesmo a gestão de stock’s de material hospitalar”, considera Idália Serrão, deputada socialista eleita pelo Distrito de Santarém.

A Administração do CHMT manifestou preocupação com a redução drástica do número de nascimentos no estabelecimento que em 2013 foi de apenas 784 crianças, quando deveria ter sido de 1200. Segundo os dados recolhidos, muitas mulheres acabam por ter as crianças fora do Distrito de Santarém na sequência de um acompanhamento insuficiente da gravidez. Nomeadamente a incapacidade para realizar a ecografias às 12 semanas… “Esta circunstância leva a que as mulheres optem por ser acompanhadas nos estabelecimentos onde realizam estes e outros exames”, concluiu a deputada.

Relativamente às urgências hospitalares, ficou a nota de que a escassez de cuidados de saúde prestados pelos Centros de Saúde (que agora encerram mais cedo, às 20H) “acaba por canalizar todas as situações de saúde para as urgências hospitalares, congestionando os serviços e dificultando a prestação eficaz de cuidados às situações verdadeiramente urgentes”, concluiu o deputado António Gameiro, que também participou nesta visita.

O vice-presidente da bancada parlamentar do PS sublinhou ainda que “a dispersão de serviços hospitalares, que obriga ao transporte de doentes entre unidades, resulta em altas hospitalares fora do local onde os pacientes deram entrada, deixando-os sem transporte para o seu local de entrada. Esta situação implica custos que ultrapassam as dezenas de euros (despesas de táxi), aos quais os doentes não têm capacidade para fazer face e que não são da responsabilidade de ninguém, já que as ambulâncias deixam o doente e regressam ao seu ponto de origem. Estas circunstâncias, aliadas à crescente falta de médicos especialistas no sistema, estão a dificultar cada vez mais a gestão hospitalar e a prestação de cuidados adequada à população”, acrescentou.

Numa análise ao diagnóstico apresentado, a deputada Idália Serrão acusa o Ministro da Saúde “de estar a semear o caos”. E acrescenta: “depois de aplicar todo o tipo de cortes cegos, que é a única coisa que sabe fazer, e de ter aumentado brutalmente as taxas moderadoras, desviando doentes para privado, só restava mesmo que ficasse tudo num caos, o que é gravíssimo tratando-se da Saúde dos portugueses!”

Para António Gameiro, “os dados mostram que quase 40% da população portuguesa não tem meios para fazer face às despesas de saúde do seu agregado familiar”, enquanto o Governo “anda ocupado em festejar os sinais dos mercados e a centésima a menos no défice! Entretanto”, sublinha o deputado, “não comenta o aumento da mortalidade infantil em Portugal nem o facto de um em cada 5 portugueses terem deixado de ir ao médico por falta de dinheiro!”

“Perante um Governo que se esqueceu do país e dos portugueses, alguém tem de se preocupar, tem de ir para o terreno, ouvir as pessoas e ter uma palavra para lhes dizer”, salientou António Gameiro, para quem “estas iniciativas não devem ser para o show-off eleitoralista, mas sim para compreender o país e as necessidades dos portugueses e encontrar respostas para os problemas”.

publicado por usmt às 12:42
link do post | favorito

.USMT:Quer nos Conhecer?

  • O que somos
  • Oque fazemos
  • O que defendemos
  • .Vamos criar a Associação de Defesa dos Utentes da Saúde

  • Saber Mais
  • .Leia, Subscreva e Divulgue a Petição ao Senhor Ministro da Saúde Sobre as Novas Taxas Moderadoras Para Internamentos e Cirurgias

  • Petição Movimento de Utentes da Saúde
  • .USMT Mail:

    usaudemt@hotmail.com

    .Abaixo-Assinado

  • Queremos Médicos na Meia Via, Ribeira e Pedrógão
  • .pesquisar

     

    .Jornais Regionais On-Line

  • O Templário
  • Cidade de Tomar
  • O Mirante
  • O Ribatejo
  • Torrejano
  • Almonda
  • O Riachense
  • Entroncamento On-Line
  • Notícias de Fátima
  • .Organizações & Comições

  • MUSS
  • Movimento Utentes Saúde
  • OMS
  • .Posts Recentes

    . TOMAR: Falta médico na Ex...

    . Uma das intervenções no C...

    . Saudação ao Congresso CGT...

    . TORRES NOVAS: TAC no Hosp...

    . Recorda-se a CARTA ABERTA...

    . Jornadas do ACES MÉDIO TE...

    . 18 de Fevereiro, reunião ...

    . Reunião da Comissão de Ut...

    . Uma luta para todos os di...

    . Reunião da Comissão de Ut...

    .Arquivos

    . Fevereiro 2020

    . Janeiro 2020

    . Dezembro 2019

    . Novembro 2019

    . Outubro 2019

    . Setembro 2019

    . Agosto 2019

    . Julho 2019

    . Junho 2019

    . Maio 2019

    . Abril 2019

    . Março 2019

    . Fevereiro 2019

    . Janeiro 2019

    . Dezembro 2018

    . Novembro 2018

    . Outubro 2018

    . Setembro 2018

    . Agosto 2018

    . Julho 2018

    . Junho 2018

    . Maio 2018

    . Abril 2018

    . Março 2018

    . Fevereiro 2018

    . Janeiro 2018

    . Dezembro 2017

    . Novembro 2017

    . Outubro 2017

    . Setembro 2017

    . Agosto 2017

    . Julho 2017

    . Junho 2017

    . Maio 2017

    . Abril 2017

    . Março 2017

    . Fevereiro 2017

    . Janeiro 2017

    . Dezembro 2016

    . Novembro 2016

    . Outubro 2016

    . Setembro 2016

    . Agosto 2016

    . Julho 2016

    . Junho 2016

    . Maio 2016

    . Abril 2016

    . Março 2016

    . Fevereiro 2016

    . Janeiro 2016

    . Dezembro 2015

    . Novembro 2015

    . Outubro 2015

    . Setembro 2015

    . Agosto 2015

    . Julho 2015

    . Junho 2015

    . Maio 2015

    . Abril 2015

    . Março 2015

    . Fevereiro 2015

    . Janeiro 2015

    . Dezembro 2014

    . Novembro 2014

    . Outubro 2014

    . Setembro 2014

    . Agosto 2014

    . Julho 2014

    . Junho 2014

    . Maio 2014

    . Abril 2014

    . Março 2014

    . Fevereiro 2014

    . Janeiro 2014

    . Dezembro 2013

    . Novembro 2013

    . Outubro 2013

    . Setembro 2013

    . Agosto 2013

    . Julho 2013

    . Junho 2013

    . Maio 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Janeiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Outubro 2011

    . Setembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Julho 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Março 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Abril 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    blogs SAPO

    .subscrever feeds